Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic e Sharapova dominam Master 1000 de Roma

19 de Maio, 2015

Ambos dominaram as finais do Master 1000 de Roma

Fotografia: AFP

A excelente fase do sérvio Novak Djokovic parece não ter fim. O número 1 do mundo chegou a 22ª vitória seguida no domingo, derrotou o suíço Roger Federer na final do Masters 1000 de Roma com os parciais de 6/4 e 6/3, depois de 1h15de partida.

Djokovic não perde desde a final do ATP 500 do Dubai, justamente contra Federer. Desde então,  conquistou quatro Masters 1000. Além da taça no saibro do Foro Itálico, o número 1 do mundo também comemorou os títulos em Monte Carlo, Miami e Indian Wells. Na temporada, são duas as derrotas para o sérvio, que também foi superado nos quartos- de-final do ATP 250 de Doha pelo croata Ivo Karlovic.O título do sérvio, em Roma, é o quinto na temporada e vai render-lhe  um prémio de 628.100 euros, ao passo que Federer pode levar para casa um cheque de 308 mil euros.

 Para Djokovic é a terceira vez este ano numa final. Federer teve uma chance de ouro na recta final do primeiro set. Com o placar em 4/4, o suíço conseguiu um break-point a seu favor, mas desperdiçou a oportunidade e em seguida, viu o líder do ranking anotar a quebra solitária, que definiu a parcial.

Em feminino, a conquista em Roma rendeu à russa Maria Shapapova um prémio de mais de 400 mil euros, ao passo que Suárez Navarro leva para casa um cheque de quase 200 mil euros. Assim como Sharapova, a espanhola também vai estar no ranking, sai da décima para a oitava posição, a melhor da sua carreira.

Sharapova começou bem nos dois primeiros games de saque e chegou a ter três chances de quebra para fazer 3/1, só que não aproveitou uma sequer e na sequência, foi ela que perdeu o serviço. Suárez Navarro ainda teve mais dois break-points a seu favor, mas acabou por fechar o set com apenas uma quebra sobre a russa.

Na segunda parcial, a ex-número 1 do mundo saiu na frente e fez o 3/1, que não conseguiu anteriormente. Só que, Sharapova não aproveitou a vantagem por muito tempo e logo em seguida perdeu. Suárez Navarro voltou a perder o saque e viu a russa sacar em 5/3 para empatar o duelo, mas devolveu a quebra e adiou a definição.

Depois de ficar atrás por duas vezes, Suárez Navarro levou a terceira quebra do set quando sacava pressionada em 5/6 e com isso, acabou por perder a parcial, o que fez levar a decisão para o terceiro set, quando ela  mostrou-se cansada mental e fisicamente, não conseguiu fazer frente a Sharapova. Apesar de sair quebrada, a russa dominou o resto do terceiro set e venceu os seis games seguintes, com direito a três quebras. Esta foi a quarta vitória de Sharapova em cinco duelos com a espanhola.

Sharapova conquista Roma pela terceira vez

 O regresso da russa Maria Sharapova, à vice-liderança do ranking, foi coroado com o título do Torneio de Roma. Domingo, a musa siberiana levou à melhor sobre a espanhola Carla Suárez Navarro. Venceu de virada por 4/6, 7/5 e 6/1, em 2h35 de jogo. Esta foi a terceira taça que Sharapova levantou no Foro Itálico, a juntar às de 2011 e 2012. Além de comemorar o 35º título da carreira, a russa também livrou-se  de ter de defrontar a norte-americana Serena Williams antes da final em Roland Garros, uma vez que elas vão ser as duas principais cabeças- de-série.