Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic na final da Davis

15 de Novembro, 2013

Sérvio dedicou o segundo título consecutivo no ATP World Tour Finals ao trabalho de equipa

Fotografia: AFP

Sérvia e República Checa disputam de hoje até no domingo o título da edição 2013 da Copa Davis, cuja final que é disputada na Belgrado Arena, e tem no campeão do torneio Finais da ATP, Novak Djokovic, o grande destaque.

Em campo, estão duas equipas nacionais que vêm de bons retrospectos na competição. Os checos, que são os actuais campeões - a outra conquista foi em 1980, ainda como Checoslováquia -, conquistaram a taça ao superar a Espanha em casa. Os sérvios venceram em 2010, após derrotar a França.

Para chegar à final, os donos da casa sofreram mais na fase anterior contra o Canadá. O último ponto veio apenas nos dois jogos de individuais de domingo, com Djokovic e Janko Tipsarevic a superarem Milos Raonic e Vasek Pospisil e a virarem o marcador que chegou a estar em 2-1.

Os checos definiram a vitória sobre os argentinos com três vitórias logo nos três primeiros jogos, com Radek Stepanek, Tomas Berdych, a jogarem individualmente, e depois como dupla.

Ao longo da campanha, a Sérvia, além do Canadá, bateu Bélgica e Estados Unidos. Enquanto, a República Checa derrotou Suíça e Cazaquistão, antes de bater a Argentina.

Nenhuma das duas selecções deve apresentar novidades em relação às fases anteriores. A Sérvia conta com Djokovic e Tipsarevic, além da dupla formada por Nenad Zimonjic e Ilija Bozoljac. Este último é também o suplente para os jogos de singulares.

Os rivais devem apostar em Berdych e Stepanek, que jogam em singulares e em pares. Lukas Rosol pode ser escolhido para partida de singulares para poupar o veterano Stepanek. Outro convovado é Jan Hajek.

De todos os oito jogadores envolvidos na final do fim-de-semana, nenhum chama tanto a atenção como o número 2 do mundo e campeão das finais da ATP. 'Nole' terminou a temporada no circuito profissional com sete títulos. Foram 72 vitórias contra apenas nove derrotas, além de grande desempenho na Davis.

A final é disputada em piso sintético adaptada ao estilo de jogo de Djokovic. Foi justamente na Arena Belgrada, com este piso, que os sérvios ganharam a competição por equipas em 2010.

Os checos têm de superar a ausência do capitão Jaroslav Navratil, que sofreu uma embolia pulmonar no domingo. O seu posto de comando fora de campo vai ser ocupado por Vladimir Safarik.

Esta será a terceira vez que Sérvia e República Checa se defrontam na final Taça Davis como nações independentes.

Em 2010, defrontaram-se nas meias-finais. Os sérvios venceram por 3-2. Dois anos depois, encontraram-se nos quartos-de-final. Os checos venceram com autoridade, por 4-1.

A final da Taça Davis começará a ser disputada hoje às 11h00, hora de Angola, com uma partida de singulares. Os de pares são no dia seguinte, no mesmo horário. No domingo, os dois últimos confrontos individuais realizar igualmente a partir das 7h00 de Angola.


Sharapova comenta Jogos de Inverno


A tenista russa Maria Sharapova foi convidada pela rede de televisão norte-americana NBC para comentar os Jogos Olímpicos de Inverno em 2014, que se realizam no seu país natal, na cidade de Sochi, entre 7 e 23 de Fevereiro. “Como atleta olímpica, significa muito para mim os Jogos de Inverno serem disputados na minha terra. Sochi tem uma cultura e uma história muito ricas e estou ansiosa para fazer parte da família NBC e compartilhar isso com o mundo", declarou Maria Sharapova. A actual número 4 do ranking da WTA, que passou parte da infância na cidade de Sochi, vive nos Estados Unidos.