Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic pe de lado a frustao

10 de Julho, 2013

Tenista srvio no est frustrado por ter perdido o Torneio de Wimbledon e elogia a qualidade do britnico seu adversrio

Fotografia: AFP

No passado domingo, depois de 77 anos de espera, um britânico voltou a ser campeão de Wimbledon. Andy Murray fez a festa dos adeptos no All England Club e levantou o caneco, não dando possibilidades a Novak Djokovic, e fechou a decisão em apenas três sets. Apesar do revés, o sérvio não se mostrou muito frustrado.

A jogar com o apoio da claque contra o actual número um do mundo, aprovou o seu desempenho no Grand Slam disputado em relva. “Foi a final de Wimbledon, portanto não posso estar muito desapontado com o meu desempenho em todo o torneio. Foi um grande campeonato para mim. Podia ter ido melhor no domingo, mas o desporto é assim”, disse Djokovic. “O que não nos mata torna-nos mais fortes, acho eu. Tenho de ter esta mentalidade e seguir em frente. Ainda sou jovem e, se tudo correr bem, ainda vou ter mais oportunidades de ganhar este título”, continuou.

Novak Djokovic chegou a estar com 4/2 de vantagem, tanto no segundo como no terceiro set, mas não conseguiu aproveitar o bom momento e foi “punido”.“Foi um jogo muito longo para três sets. No segundo e terceiro estava com 4-2 de vantagem, perdi os meus serviços e permiti que ele voltasse ao jogo. Não fui suficientemente paciente nos momentos nos quais o devia ter sido”, lamentou o sérvio. “Ele conseguiu ir bem em todo o campo e devolver sempre o meu primeiro serviço. Foi por isso que ele ganhou o título. Jogou um ténis fantástico. Não há dúvidas quanto a isso. Ele mereceu vencer”, frisou Djokovic, a elogiar o adversário.Agora, Novak Djokovic perdeu as duas das últimas três decisões de Grand Slam para Andy Murray. O apanhado geral do tenista da Sérvia contra o escocês é de 11 vitórias e oito derrotas.