Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic termina o ano na liderança do Ranking Mundial

16 de Novembro, 2014

O sérvio Novak Djokovic pode terminar o ano como número um do ténis mundial depois de atingir as meias-finais no Finais da ATP

Fotografia: AFP

Djokovic, que pela terceira vez em quatro anos fecha a época como número um mundial, derrotou em Londres o finalista vencido da última edição do Portugal Open por duplo 6-2, na última jornada do grupo A.

Na meia-final agendada para ontem, sábado, Djokovic que defende o título defrontou o segundo classificado do grupo B, o japonês Kei Nishikori.
“Estou ciente de que ser número um do Mundo, é o maior desafio que um tenista pode ter. É uma sensação incrível e estou muito feliz. Espero poder continuar a jogar a este nível”, afirmou o sérvio no final da partida.

Esta época, Novak Djokovic venceu o Grand Slam de Wimbledon, os Masters 1000 de Paris, Roma, Miami e Indian Wells e o torneio de Pequim.

FEDERER  SATISFEITO
Roger Federer admitiu que não gostou da sensação de humilhar Andy Murray perante o seu público e confessou-se até contente, por não ter conseguido fechar o encontro, quando comandou por 6-0, 5-0 e 30-0.

“Não foi agradável porque eu não gostaria de estar no lugar dele. Fiquei feliz por acabar com aquilo. Acabei por ficar contente por não ganhar 6-0 e 6-0. Foi desconfortável e não gostei da situação”, afirmou em conferência de imprensa quando confrontado com o desnível do encontro. O helvético teve ainda um momento caricato ao pedir aos jornalistas para não criticarem o torneio em demasia, devido ao excesso de encontros rápidos que têm feito as pessoas duvidando se valeu a pena comprar bilhete. “Temos visto bom ténis e os encontros de pares são divertidos. Espero que vocês (jornalistas) se mantenham positivos e não sejam muito duros com o torneio”.