Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Djokovic vence ATP de Pequim

13 de Outubro, 2015

O sérvio Novak Djokovic, tenista número um do mundo, fez valer a sua superioridade e não tomou conhecimento do espanhol Rafael Nadal, e conquistou domingo o ATP 500 de Pequim pela sexta vez na carreira.

Djokovic precisou de apenas uma hora e 30 minutos para derrotar seu maior rival em dois rápidos sets, duplo 6-2, um resultado que lhe valeu a 22ª vitória em 45 confrontos contra Nadal.

"É um dos torneios onde me dou melhor na carreira. Tanto Melbourne como Pequim são lugares que me dão sorte, gosto de jogar aqui", comemorou 'Djoko', campeão na capital chinesa pela sexta vez (2009, 2010, 2012, 2013 e 2014).

Campeão nesta temporada do Aberto da Austrália, de Wimbledon e do US Open, Djokovic parece imparável e se prepara agora para a disputa do Masters 1000 de Xangai, o último da temporada.

Para o espanhol, actual número 8 do ranking ATP que tenta reencontrar a sua melhor forma, esta foi a primeira final em piso duro desde Abril de 2014. Em 2015, 'Rafa' não passou das quartas de final em Grand Slams.

Depois da partida, Nadal felicitou o adversário, que, segundo o espanhol, "está tendo uma das temporadas mais memoráveis da história do ténis". "Foi uma semana positiva para mim. Todas as partidas são importantes para mim e as vitórias me farão começar mais forte a próxima temporada, me dão energia", afirmou 'Rafa'.

Nadal, porém, não garantiu participação no Masters 1000 de Xangai, depois de sentir um incômodo no pé durante a partida com Djokovic. "Tenho que esperar até amanhã. Notei algo, mas espero que não seja grave, só não sei ainda. Tenho programado ir a Xangai. Por enquanto, os planos são os mesmos", explicou o espanhol. No feminino, o título em Pequim ficou com a espanhol Garbine Muguruza, que derrotou a suíça Timea Bascinszky .