Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Drio enaltece trabalho na conquista do contra-relgio

19 de Junho, 2017

Benfica de Luanda, os ciclistas transitaram para o Bai-Sicasal Petro de Luanda e o campeo Drio Antnio est a defender, este ano, a formao tricolor.

Fotografia: Edmundo Euclio| Edies Novembro

O chefe de fila da equipa Bai-Sicasal Petro de Luanda, Dário António, enalteceu sábado, em Caxito, província do Bengo, o empenho dos seus colegas para a conquista da prova de contra-relógio por equipa. Inserida no 27º Campeonato Nacional de Ciclismo de Estrada Unificado, que decorre na província do Bengo, a prova juntou dez equipas num percurso de 50 quilómetros.

Dário António apontou a regularidade dos treinos como a chave para a vitória da sua equipa nesta prova de ciclismo, referindo que as subidas de grande inclinação e os ventos tornaram o percurso mais difícil. Afirmou que espera dificuldades para domingo (prova de fundo de 140 quilómetros), pois será muito longa, mas está preparado e dará o seu melhor para conquistar o primeiro lugar.

Na sexta-feira, Dário António, da equipa Bai-Sicasal Petro de Luanda, venceu a prova de contra-relógio individual ao percorrer os 20 quilómetros com o tempo de 24 minutos e 54 segundos. O campeão nacional em título, na classe de elite, é o ciclista Dário António, pela equipa do Benfica de Luanda, mas com a extinção da equipa do Benfica de Luanda, os ciclistas transitaram para o Bai-Sicasal Petro de Luanda e o campeão Dário António está a defender, este ano, a formação tricolor.

DÓMINIO
BAI-Sicasal Petro
triunfa por equipa


A equipa Bai-Sicasal Petro de Luanda venceu sábado, a prova de contra-relógio por equipa, ao percorrer os 50 quilómetros em uma hora, três minutos e 38 segundos, na segunda prova do 27º Campeonato Nacional de Ciclismo de Estrada Unificado, que decorreu na província do Bengo. Em segundo lugar ficou a formação da Jair Transporte, de Benguela, com 1h04m11segundos, enquanto a equipa da ACT, de Luanda, cronometrou 1h11m48segundos.

A equipa anfitriã, ANIL do Bengo, quedou-se na quarta posição da classificação geral. Em declarações à Angop, o treinador da equipa Bai-Sicasal Petro de Luanda, Carlos Araújo, disse que os seus pupilos cumpriram com a sua obrigação e estão a honrar o nome deste clube, pois a equipa é nova.
“O segredo das vitórias é muito trabalho, humildade e sacrifício, a entrega dos atletas e equipa técnica, assim como a dedicação da direcção do clube”, explicou.

Carlos Araújo elogiou a grande competitividade registada neste campeonato, frisando que todas as equipas apresentaram-se, este ano, muito bem equipadas em tecnologia de material e os resultados são as grandes médias de velocidade de quase todos os concorrentes. O treinador da equipa Bai-Sicasal Petro de Luanda disse que a sua formação está preparada e vai entrar com o objectivo de ganhar a prova. “Temos o Dário António que está muito bem física e psicologicamente e está a provar que é um grande ciclista em progressão e vamos continuar a trabalhar para que domingo nós consigamos ser os campeões”.

Para domingo, está reservada a prova de fundo de 140 quilómetros, que consagrará os campeões nacionais nas sete categorias do ciclismo: elite, sub-23, júnior, master 30, master 40, juvenil e cadetes.