Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Duarte Ferreira troca pista por relva

Helder Jeremias - 21 de Dezembro, 2019

Golfista j praticou ciclismo em Angola e nos EUA

Fotografia: Edies Novembro

O piloto angolano de Fórmula Indy Light e Nascar, Duarte Ferreira, está empenhado na consolidação de uma carreira profissional na modalidade de golfe, depois de se ver impedido de prosseguir no automobilismo de alta competição por escassez de apoios. A informação foi avançada ontem nas redes sociais pelo piloto.

Duarte Ferreira sustentou que vai manter a ligação com o automobilismo até que haja novos apoios. A preparação física e os treinos nos simuladores constituem a primazia na grelha de afazeres diários.O jovem desportista emite elevados índices de optimismo na sua mensagem. A manutenção da luta, independentemente dos obstáculos a enfrentar, constitui “a bandeira dos guerreiros”. Os grandes feitos são sempre resultados de trabalho árduo e foco nos objectivos." Às vezes, temos de tomar caminhos estranhos com a finalidade de poder contornar as dificuldades de várias ordens, sendo no meu caso as económicas. A conjuntura económica internacional está na base da falta de patrocínios", disse.

Duarte Ferreira mantém a postura ante as dificuldades."Mantenho a cabeça erguida e disposto a lutar para não perder a minha condição física, moral e o espírito competitivo, visando o meu regresso às competições quer ao nível de fórmulas quer de ralis ou todo-o-terreno", desabafou.Duarte Ferreira tomou o primeiro contacto com o golfe em Agosto de 2017 durante um "retiro" em Vila Moura, localizada em Algarve,  Portugal.  O atleta permaneceu naquele local durante dois anos a efectuar treinos intensivos que lhe catapultaram para níveis de alto rendimento competitivo.

"Estou pronto para qualquer competição. Durante muito tempo, fiz treino de golfe, propriamente dito com Driving Range, trabalho de Puts, aproximações, Banker, saídas ao campo, além da parte de desenvolvimento e reforço físico, visando desenvolver a elasticidade, velocidade e resistência especifica " escreveu.

Na ficha de serviço, Duarte Ferreira preenche a carreira com passagens pelo campeonato sul-africano de Indy Car e nos escalões juniores da Nascar, a mediática competição norte-americana.  À semelhança de Luís Sá Silva e Ricardo Teixeira, Duarte Ferreira era apontado como um dos pilotos com potencialidades de representar Angola na nata do automobilismo mundial. O percurso é interrompido devido à crise financeira do país.Para contornar a ausência nas pistas, Duarte Ferreira começou por se inserir nas provas de ciclismo nos Estados Unidos da América ao serviço do Team Nebo Ridge.  Também representou a equipa portuguesa de Lotetano  e as angolanas do Benfica de Luanda, Santos FC e Rangel.