Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dupla angolana com missão difícil

Rosa Panzo - 07 de Maio, 2016

A selecção angolana de voleibol de praia defronta hoje as selecções de Moçambique e do Ghana

Fotografia: Jornal dos Desportos

A selecção angolana de voleibol de praia defronta hoje as selecções de Moçambique e do Ghana, em partida pontuável para terceira e quarta jornadas do Continental Cup, que decorre até dia oito do corrente na cidade de Tunis, capital da Tunísia. O evento vai apurar o representante do continente africano aos Jogos Olímpicos de Rio de Janeiro previsto para o mês de Agosto.

Ontem, os angolanos tiveram o dia recheado de vitória. Para a segunda jornada, defrontaram a Costa de Marfim e derrotaram-na por 2 sets a zero com os parciais de 21-13 e 21-10.

Na primeira jornada, as duplas angolana constituídas por Ednem Sequeira-Márcio Sequeira e Edson Figueiredo/Morais Abreu tiveram resultados diferenciados. No primeiro jogo, Angola bateu o Burundi por 2 sets a zero e no segundo perdeu diante o Marrocos por 2 sets a 1.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o seleccionador nacional Morais Abreu disse ontem que após a partida com a Costa de Marfim, a selecção melhorou os índices competitivos. A exibição está agradável comparativamente a dos jogos de estreia."Nos jogos anteriores, estivemos a 55 por cento dos nossos níveis competitivos, mas na partida da Costa de Marfim melhoramos bastante, tivemos mais controlo e gerimos bem o vento", sustentou.

Morais Abreu ressaltou que as condições climáticas tem sido um obstáculo para a selecção nacional."Estamos a viver um clima muito difícil, porque faz frio e temos vento que varia entre os 35 a 55 km/h; essa situação tem sido um embaraço para nós", disse.

Com o decorrer da competição continental, Morais Abreu disse que todos os países evoluíram bastante, principalmente, as selecções de Marrocos e da Tunísia. As duas equipas candidatas ao título do Continental Cup estagiaram durante trinta dias em Espanha, território com grandes duplas mundiais.