Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dupla Mal Almeida/Joo Paulo almeja primeiro triunfo da poca

HELDER JEREMIAS - 25 de Abril, 2019

Fotografia: JOS COLA | EDIES NOVEMBRO

A revalidação do título de campeão nacional de rali na classe TT é o objectivo da dupla Maló Almeida/João Paulo na presente época desportiva que faz disputar a segunda jornada do Campeonato Angolano de Rali Raid/CARR no próximo domingo, no município de Dande, província do Bengo. Para conferir a intenção, a dupla aspira conquistar a primeira vitória de 2019, depois de falharem na jornada inaugural disputada em Malanje. O TT Calandula foi ganho pela dupla Ricardo Cerqueira/João Monteiro.Maló Almeida/João Paulo tiveram problemas técnicos no passado dia 9 de Março nas terras das quedas de água. O mau momento dos campeões nacionais faz parte do passado. Estão debelados todos os problemas mecânicos. Aos comandos de um Nissan Navara,a dupla espera um resultado melhor conseguido ao serviço do Team Speedy Kotas by Cargo.A promotora do  Campeonato Angolano de Rali, a Ekuipa, está crente na presença massiva de concorrentes na segunda jornada em função do número de equipas inscritas até ontem à tarde. O número de equipas inscritas já supera o da jornada inaugural.
\"Estamos a poucos dias da segunda prova do CARR 2019, o Rali TT ROX do Dande. A primeira prova foi em Malanje, onde a participação de pilotos foi reduzida\", disse Pedro Cristina.O responsável assegurou que, ao contrário do reduzido número de equipas na prova de abertura, a população local deslocou-se ao circuito de Calandula em grande força para testemunhar o primeiro evento do género na localidade.
\"Com o forte apoio da Administração de Malanje, a população aderiu em massa  e presenciou a passagem dos concorrentes nos prólogos de oito quilómetros e nas quatro Especiais de 25 quilómetros cada\", lê-se num comunicado da organização.
Nas motos de duas rodas, aos comandos de uma KTM 250 SX, João Catarino foi o piloto mais rápido quer nos prólogos quer nas especiais. Branquinho Pina, também ao volante da  KTM EXC 250, fez uma excelente estreia no Angolano de Rali. Célio Plácido, ainda de KTM EXC 350, quedou-se na terceira posição.
Por seu turno, Mustafa Ergui, tendo começado com uma KTM e terminado ao volante da sua  SXF 450cc, melhorou os tempos e terminou em quarto lugar. Rui Carvalho (Honda CRF 450) e Onur Atas (KTM EXC 300) não terminaram a contenda devido a avarias nas máquinas.
Nos Polaris, José Rocha venceu e convenceu ao volante de uma Polares 1000. Hugo Carvalho, aos comandos de um Polares  900, quedou-se em segundo lugar e acompanhado do co-piloto estreante, Cipriano Pascoal. A dupla teve também a pontuação máxima para o Polaris Cup 900 by Trevotech.

Reunião técnica junta pilotos e Ekuipa

Os aspectos técnicos e administrativos da primeira edição do Rali TT Barra do Dande a ser disputado domingo próximo, a partir das 9h00, na província de Bengo, vão estar à mesa de trabalho da reunião técnica a realizar-se amanhã, em Luanda. Os pilotos e os responsáveis de equipas abordam outros aspectos do evento com a direcção da Ekuipa, a promotora de eventos todo-o-terreno.
Os trabalhos de construção do circuito do Dande está na recta final. Os técnicos envolvidos na obra já respiram de alívio, depois da desflorestação e compactação de solos. Os trabalhos contaram com apoios das autoridades locais durante um mês.
Informados sobre o andamento de trabalhos, as equipas e os pilotos individuais primam pelo rigor na preparação física e manutenção de todo o aparato técnico.
A organização já conta com vários apoios, como combustíveis e materiais de apoio às provas radicais, para o êxito da prova, segundo fontes próximas a Ekuipa.
Com a época de chuvas a chegar ao fim e um ligeiro abrandamento nas precipitações, espera-se por um circuito em excelentes condições para o gáudio dos pilotos. O público pode desfrutar de um ambiente aprazível.
Aspectos ligados aos troféus também devem constar do epicentro da agenda de trabalhos do conclave. As equipas provincianas já estão de malas aviadas para a deslocação, por estrada, até ao local da competição.
A direcção da Federação Angolana de Desportos Motorizados e o Ministério da Juventude e Desportos acompanham o desenrolar dos acontecimentos.
Augura-se que o apoio institucional permita a coroação do evento. Instituições como a Polícia Nacional, Instituto Nacional de Emergências Médicas, Bombeiros e demais parceiros garantem a prestação de serviços.