Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Dupla Ricardo/Jorge espreita ttulo de campeo

Helder Jeremias - 10 de Outubro, 2019

Emoes contagiantes vo pintar a Barra do Cuanza

Fotografia: DR

A dupla Ricardo Sequeira/Jorge Monteiro pode ser campeã da época 2019 do Campeonato Angolano de Rali Raid. Aos comandos do Mitsubishi Pajero EVO, a dupla vai procurar manter a senda de vitórias, que colecciona ao longo da temporada, nas 2HORAS TT BIC Seguros Barra do Cuanza, a sétima e última jornada, agendada para 2 de Novembro, em Luanda.
A dupla Ricardo Sequeira/Jorge Monteiro vem de uma vitória na última prova, a TT Cuca Nocebo Huambo 2019, disputado no mês transacto no planalto central. O quinto triunfo da presente época abriu boas perspectivas para receber o troféu de campeão nacional.
O adversário mais directo dos líderes tem apenas uma vitória e o carro não resistiu às avarias. A Isuzo D-MAX da dupla Maló Almeida/João Paulo apresentou problemas técnicos que inviabilizaram a participação no Huambo. Por outro lado, não disputou o rali TT Conda, na província do Cuanza Sul, por anulação da prova. Em busca do resgate da boa imagem, a dupla trabalha para superar os problemas técnicos do carro.
A concorrência de Maló Almeida/João Paulo estende-se à dupla Paulo Freire/Armando Silva. Essa última conquistou o segundo lugar no TT Cuca Nocebo Huambo 2019. A motivação está em alta por conduzir um Mitsubishi Pajero EVO semelhante ao de "virtual" campeão.
Com uma vitória e duas participações sem resultados positivos, a dupla Maló Almeida/João Paulo está convencida que o título já não consta dos objectivos. Com a "toalha atirada ao tapete", resta esperar pelo consolo dos campeões.
Promovido pelo Banco BIC e organizado pela Ekuipa, empresa especializada em provas radicais, as 2HORAS TT BIC Seguros Barra do Cuanza conta com outras estrelas. O vencedor da categoria M no Huambo, João Catarino, levou o Team Trevotech ao lugar mais alto do pódio com a marca de 1h22min23s.
O piloto pretende voltar a arredar para os lugares subsequentes Rui Carvalho e Branquinho Pina.
Na classe Q (Quads), Milton Guedes vem a Luanda para justificar a vitória da Yamaha Raptor 700 no Huambo.
O piloto do Team Huambo pretende evitar a divisão do pódio com Paulo Trindade, Miguel Cardoso, Patrícia Lopes e Gildo Polaris.
Na categoria E, José Rocha quer voltar a levar o Team Bastonados ao pódio. Para o efeito tem preparado o Polaris RZR XP 1000 para enfrentar a Polaris RZR XP 900 de Su Martins e de Artur Pinto.
O TT Cuca Nocebo Huambo ficou marcado pela estreia de Patrícia Lopes (Yamaha Raptor 700) na classe Q e da participação de oito pilotos do planalto central. Na classe M, estiveram Carlos Seixas (Kawasaki KLX 450), Rui Meneses (Honda CRF 450), Amos Wanacambi “Best” (AJP 250), José Luís Costa (Honda CRF 450) e Rui Carvalho (Honda CRF 450). Este último mudou de residência para Luanda. Na Classe Q, Milton Guedes (Yamaha Raptor 700) e Gildo Polaris (Yamaha 450). Na Classe E, Su Martins (Polaris RZR XP 900).