Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ecclestone acerta detalhes com Monza

30 de Novembro, 2016

Autódromo italiano realiza o GP da Itália até a época'2019

Fotografia: AFP

O acordo entre Monza e Bernie Ecclestone, que já estava encaminhado deste Setembro, foi oficialmente firmado ontem. O chefão da F1 encontrou-se com Angelo Sticchi Damiani, presidente do Automóvel Clube da Itália, para assegurar a realização de um dos mais tradicionais Grandes Prémios por mais três épocas, até 2019.

Apesar da existência de um acordo verbal, a assinatura do contrato serve para evitar qualquer reviravolta. Ímola, na luta para sediar o GP da Itália, havia entrado com uma acção legal contra a aplicação de dinheiro público na corrida, ameaçando a finalização da renovação.

Mas, muito mais do que o uso de dinheiro público, o que ameaçava o GP da Itália era a divergências entre os organizadores e a F1, no papel de Ecclestone, especialmente devido aos custos altos exigidos pela maior das categorias. A cobrança inerente à prova também se provou um problema para o GP de Alemanha, que nem vai ser disputado em 2017.

Além disso, a estrutura de Monza também era uma questão debatida. Bernie chegou a reclamar das poucas obras de revitalização nos próximos anos. Como resposta, o autódromo revelou o plano de alterar o seu traçado para a alegria de Ecclestone.

\"O contrato é para três anos, mas espero que possamos vir aqui por mais 100. Não há problemas em correr aqui. Chegamos a um acordo que agrada a todos”, disse Bernie.

O GP da Itália de 2017 tem realização prevista para 3 de Setembro.