Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ecclestone entende a saída de Rosberg

13 de Janeiro, 2017

Bernie Ecclestone, diz entender a posição do alemão.

Fotografia: AFP

Mesmo com toda a controvérsia que gerou a aposentação de Nico Rosberg após o título na época de 2016, o chefe comercial da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, diz entender a posição do alemão. Para o britânico, Rosberg saiu da categoria pois já havia chegado ao seu objectivo dentro do campeonato.

"Ele fez o seu trabalho", disse Ecclestone ao jornal alemão Sport Bild.

O "patrão" da F1 assegurou que "como a maioria dos outros pilotos, que nunca conseguiram, Rosberg queria tornar-se campeão do mundo. Tem o título agora. Por que deveria continuar? Eu posso entendê-lo”, disse.

Ecclestone realçou que "ao tomar uma decisão tão ousada, ajuda a Fórmula 1 e isso mostra que Rosberg tem uma cabeça inteligente nos seus ombros".

"Alcançou o seu objectivo e como alguém poderia culpá-lo por desejar fazer outra coisa na vida?”, questionou.

Ecclestonne assevera que "isso é muito adulto e, agora, Lewis (Hamilton) tem de tentar ser campeão sem vingança em 2017. Não é problema de Nico”.
Bernie Ecclestone também diz que se sente feliz por ver pilotos a deixar o desporto por vontade própria.

"Estou feliz por eles poderem sair por vontade própria. Nos velhos tempos, perdíamos os pilotos por outras razões, porque eram mortos em acidentes. Portanto, essas saídas são até mesmo eventos alegres para mim", justificou.

MERCEDES CONFIRMA
SAÍDA DE PADDY LOWE

Depois de meses de especulações sobre o futuro de Paddy Lowe, a Mercedes anunciou que não conta com ele após três anos e meio.

O ex-director técnico da Ferrari, James Allison, é apresentado como um potencial substituto, mas a equipa afirmou que ainda não há planos de anunciar o seu próximo passo.

Foi dito que a curto prazo a preparação para o carro de 2017 vai ficar sob responsabilidade de Aldo Costa (director de engenharia), Mark Ellis (director de performance), Rob Thomas (COO) e Geoff Willis (director de tecnologia).

Toto Wolff, chefe da Mercedes, estava confiante de que a equipa baseada em Brackley tinha força suficiente para poder sobreviver à saída de Lowe.

"Paddy tem desempenhado um papel importante no nosso sucesso nos últimos três anos e meio e agradecemos a sua contribuição para este importante capítulo da história da Mercedes", disse Wolff.


FÓRMULA 1
Chefe de equipa da Renault deixa função

A Renault anunciou que o francês Frédéric Vasseur deixou a função de chefe de equipa, após um ano à frente da escuderia, que se prepara para o início da temporada 2017 do Campeonato Mundial de Fórmula 1. A decisão, que tem efeito imediato, foi tomada com "consentimento mútuo", conforme indicou a direção da equipa francesa, em comunicado. "Ambas as partes continuam comprometidas em manter a boa relação de trabalho", acrescenta a nota.