Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ekuipa enaltece parceiros

13 de Janeiro, 2018

Novos desafios esperam os pilotos desbravadores

Fotografia: José Cola /Edições Novembro

 A gozar as férias merecidas, o coordenador do Campeonato Angolano de Rali Raid/Carr-2018, Pedro Cristina, vai retomar os trabalhos nos próximos dias com vista a esmiuçar o programa de organização de eventos. O agente impulsionador reconhece que o sucesso da competição nacional depende de apoios de outras instituições com que contou na edição passada. A essas, Cristina agradece de coração aberto.
“Agradecimentos Especiais a Leonel da Rocha Pinto, Luis Lopes, Cândido Carneiro, Moura Fernandes, Ivo, Silvestre, Pedro Santos, à equipa de Controladores liderada pelo Americano, à equipa de médicos da Fermeraid com alto patrocínio da Embaixada da Federação dos Priorados da Soberana Ordem de São João de Jerusalém-Cavaleiros de Malta e aos Mangais na pessoa do Engenheiro Faísca” agradeceu.
Pedro Cristina dirige a Ekuipa, a empresa promotora da competição mais radical dos desportos motorizados em Angola. Depois de uma época bem sucedida, em 2017, volta a ter na agenda trabalhos conjuntos com a Federação Angolana de Desportos Motorizados para que possa superar o sucesso anterior.
Pedro Cristina destaca o facto de a competição ter sido encerrada com pompa e circunstância no circuito dos mangais com a disputa do Rali TT Luanda, no dia 9 de Dezembro, depois dos pilotos terem passado por Namibe, Benguela, Porto Amboim e Quilengues (Huila).
A dupla Maló Almeida/João Paulo, da equipa Speedkotas By Cargo, revalidou o título na categoria TT (jeeps) aos comandos de um Nissan Navara. O piloto do Motomania, Paulo Trindade, sagrou-se vencedor da classe Q ao volante da sua Honda TRX 450.
Ricardo Almeida venceu na categoria M com uma Honda CRF 450. Mário Fontes bateu a concorrência na classe M com um Polaris RZR XP 1000.
O Rali TT Luanda foi realizado em simultâneo com uma grande exposição de viaturas e fotografias, denominada Expo TTMangais. O evento contou com a participação da Michelin, BFGoodrich, Toyota de Angola, Baic, Foton, Ford, VW Comerciais, Hyundai, Castrol, Quatenus, Mazda, Midas e Viprangola.
Parceiros como a Multiparques, Azul Piscinas e a BFGoodrich representam alguns nomes de instituições que contribuíram para a coroação da época, não obstante as grandes dificuldades inerentes à difícil conjuntura económica do país. A organização prima pelo estreitamento das relações com todas as instituições que apostam na massificação do desporto.
Pedro Cristina assegurou que a realização regular das provas constantes do calendário da época passada representa um indicador de que em 2018 há uma maior entrega de todas franjas envolvidas. Está com esperança de que um maior número de pilotos nas distintas classes e o cumprimento cabal dos regulamentos vão pintar de positivo a competição.
As equipas nacionais e pilotos individuais de todo-o-terreno já cumprem a primeira fase de preparação técnica com vista a época 2018. O arranque está previsto para a primeira quinzena de Março na província do Namibe.