Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Enrique Carrion concentra grupo

Silva Cacuti - 13 de Abril, 2015

Também não está definido se a equipa vai estagiar no Huambo, como era pretensão da Federação Angolana de Boxe

Fotografia: José Soares

A Selecção Nacional de boxe concentra-se hoje para incrementar a preparação visando a participação no torneio da zona IV que se disputa em Pretória, África do Sul, de 20 a 26 do corrente. A equipa orientada pelo cubano Enrique Carrion cumpre a sua preparação com muitas incertezas. Segundo apuramos não está ainda definido o local da concentração, mas as instalações do Instituto Superior de Ciências Policiais podem ser a solução.
Também não está definido se a equipa vai estagiar no Huambo, como era pretensão da Federação Angolana de Boxe (Faboxe) ou se antecipa a partida para o local de competição a fim de ambientar-se.

O treinador trabalha com um grupo em que pontificam campeões nacionais e alguns atletas que não participaram no campeonato nacional, justificadamente, mas a sua experiência internacional justificou a inclusão no grupo da selecção. Os campeões nacionais Victor Adriano (49kg), Vivaldo Rodrigues (52kg), Pamela Nsiona (69kg), Adilson Ramiro (64kg), Mampuia Didi(+91),  constam da selecção. Foram ainda chamados Pedro Gomes, campeão nacional dos 60Kg, para jogar os 56kg, Menayami Mbimbi, campeão dos 75Kg foi chamado para combater na categoria dos 81kg, Fernando Pedro, finalista dos +91kg, deve emagrecer para jogar nos 91kg e Kiala Júnior finalista dos 69kg deve juntar-se ao grupo pela sua experiência internacional.

A convocatória de Enrique Carrion inclui igualmente Mampuia Didi que em véspera do campeonato,  foi despenalizado da agressão a um árbitro, jogou o campeonato e venceu a categoria dos +91kg. Aquando da disputa do campeonato nacional de 2013 Mampuia Didi, por insatisfação esmurrou o árbitro Álvaro António em pleno ringue da competição.

KICANGA FALHA GALA
Situações de última hora levaram a promotora BB Team Promoções a retirar o combate de Tony Kicanga da grelha da gala de atribuição do título profissional português, segundo Pedro Nuno Barbosa, daquela promotora. “O que se passou é que encontramos um adversário para o Kicanga, mas não tinha ranking para poder enfrentar o Kicanga, a federação Portuguesa de Boxe não permitiu a realização do combate, tivemos que anular a realização do combate”, explicou.

Tony Kicanga, campeão mundial da categoria meio-pesado [79,9 Kg], da versão do Conselho Universal de Boxe (UBC) e do Conselho Mundial de Boxe (WBC),  devia defrontar o espanhol Rony Alexander Landaeta Ultrera que é um especialista em artes mistas, mas não tem registos no boxe.