Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Equilbrio marca nacionais de juniores

Gaudncio Hamelay, no Lubango - 24 de Janeiro, 2019

Jogadas espectaculares agradam ao pblico

Fotografia: Arimateia Baptista | Edies Novembro

Os XXXIX campeonatos nacionais de andebol da categoria de juniores decorrem animados no pavilhão da Nossa Senhora do Monte na cidade de Lubango. São conhecidos hoje, a partir das 9h00, as equipas apuradas aos quartos de finais nas duas classes. As agremiações de Luanda, Huila e Lunda Sul aparecem como as principais candidatas à outra fase de qualificação.
Em feminino, para o grupo A, o Maculusso defronta a Escolinha do Huambo e Nacional de Benguela joga com Desportivo do Moxico. No grupo B, União Sport de Malanje enfrenta o Progresso Sambizanga e Casa Pessoal do Porto do Lobito joga com Núcleo do 1º de Agosto de Benguela.
Em masculino, a partir das 16h00, o Desportivo Valente de Cabinda defronta Desportivo 4 de Abril e Sporting do Bié enfrenta Desportivo da Banca para a série B. O Interclube e Renascimento do Uíge medem forças no grupo A, que contempla também os confrontos entre o Ara da Gabela do Cuanza Sul e a Escolinha de Andebol do Huambo, bem como entre o Inter da Huíla e Pecandec de Cabinda.
O nível técnico e competitivo exibido até agora encanta o sub-director da prova, Octávio dos Santos. O responsável destacou que 90 por cento de jogos disputados foi a \"doer\". Isso é reflexo de que \"as equipas estão a evoluir\". No entanto, \"a prestação é positiva para as nossas equipas\".
Para Octávio dos Santos, o Desportivo da Banca, Inter do Lubango, Interclube de Angola e 4 de Abril da Lunda Sul são \"equipas equiparadas\" e \"favoritas à passagem à outra fase\" na classe masculina. Em feminino, o Núcleo do 1º de Agosto de Benguela, 1º de Agosto, Interclube de Angola, Maculusso de Luanda, Casa Pessoal do Porto do Lobito e Nacional de Benguela protagonizam \"bons espectáculos\" e torna difícil vaticinar as candidatas.
A prova masculina é disputada por nove equipas em função da desistência do Desportivo Valente de Cabinda. A dificuldade de transportação para o local da competição esteve na base da renúncia. Os jovens cabindenses pretendiam apanhar \"boleia\" no avião que transportou a equipa de futebol do Desportivo da Huila. Por indisponibilidade de lugares, ficaram em terra. O regulamento acordado estipula a falta de comparência aos cabindenses.
Na tabela geral de classificação, em feminino, Petro de Luanda comanda com seis pontos o grupo A, seguido pelo Maculusso (4). O 1º de Agosto lidera o grupo B, secundado pelo Núcleo do 1º de Agosto de Benguela (4).
Em masculino, Interclube de Angola lidera o grupo A com seis pontos, seguido pelo Renascimento do Uíge (4). No grupo B, Interclube do Lubango lidera com quatro pontos e 4 de Abril da Lunda Sul está na segunda posição com os mesmos pontos.