Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Equipas disputam o TT ROX DANDE no Bengo

Helder Jeremias - 27 de Abril, 2019

Sorteio coloca cinco nacional ao lado das grandes potncias

Fotografia: Dombele Bernardo |Edies Novembro

Os pilotos nacionais de todo-o-terreno, residentes em várias localidades,  deixam hoje a capital do país, Luanda, com destino à província do Bengo, com vista à disputa do Rali TT ROX Dande, cujo arranque está marcado para amanhã, a partir das 09h00, no circuito dos Libongos, em alusão ao 39 aniversário da cidade.
Além de pilotos, mecânicos e responsáveis de equipas, a caravana  conta com uma percentagem considerável de pessoas, amantes dos desportos motorizados, que estão ávidas de testemunhar a inauguração do mais novo circuito angolano,  na disputa da segunda jornada do Campeonato Angolano de Rali Raid/CARR 2019.
O circuito é dividido, por quatro especiais, com o percurso de 35 quilómetros cada, ao passo que o prólogo tem a distância de 10 quilómetros. As actividades arrancam com as verificações administrativas, técnicas e divulgação do percurso no período entre as 90h00 e 09h30, que dá lugar ao reconhecimento do prólogo nos 30 minutos seguintes, ou seja, das 09h30 às 10h00.
A partida do prólogo acontece, quando forem  10h30,  no Musseque Trindade, dando sequência as quatro especiais de 35 quilómetros, com perímetro no Bairro Bondo, com final previsto às 14h15. A entrega de prémios vai decorrer no Bairro Bondo, por volta das 17h00.
Durante um encontro mantido na quarta-feira com os membros do Conselho Consultivo do Ministério do Interior e da Polícia Nacional no Bengo, para a apresentação do Rali TT ROX Dande, a organização do certame, coordenada por Pedro Cristina, recebeu garantias de prestação de serviço de excelência,  por pare dos efectivos da corporação.
\"O comissário Francisco Pereira Paiva, delegado do MININT e comandante provincial da Polícia Nacional no Bengo,  garantiu o apoio total da organização e a participação de todos os órgãos operativos da instituição que dirige,  no sentido de acautelar qualquer eventualidade no âmbito da segurança\", informou Pedro Cristina.
Com mais de 20 pilotos inscritos, até ontem, espera-se por uma competição mais renhida, em relação à primeira jornada do campeonato que se realizou no dia 9 de Março, na província de Malanje. O regresso da categoria de Buggis (motos de quatro rodas) representa um elemento de grande motivação, dadas as jornadas subsequentes.
Os representantes da Federação Angolana de Desportos Motorizados, Ministério da Juventude e Desportos, e da  Hotelaria e Turismo garantiram o apoio institucional, para que o desporto sirva de alavanca na promoção das potencialidades turísticas que o país ostenta.
                                Hélder Jeremias