Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Etope exilado pode virar heri

18 de Agosto, 2018

Queremos que regresse ao seu pas natal. No seu regresso, estamos prontos a receb-lo como um heri".

Fotografia: AFP

A Etiópia pediu, esta semana, que o seu vice-campeão olímpico da maratona Feyisa Lilesa regresse ao país e desista do exílio de dois anos, prometendo-lhe mesmo que será \"recebido como herói\". O pedido é feito através de uma carta aberta ao atleta, segundo classificado no Rio\'2016, assinada pelo Comité Olímpico e pela Federação de Atletismo da Etiópia. Lilesa, de 28 anos, vive no exílio nos Estados Unidos, em Flagstaff, no Arizona, uma decisão que assumiu em 2016. Na maratona olímpica, cortou a meta a cruzar simbolicamente os punhos, para protestar contra a repressão brutal sobre a sua etnia, os Oromos, maioritários no sul do país. \"Lilesa conseguiu resultados muito bons no Rio e noutras provas, o que permitiu à bandeira da Etiópia subir muito alto. Queremos que regresse ao seu país natal. No seu regresso, estamos prontos a recebê-lo como um herói\".