Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Eugenie Bouchard processa americanos

17 de Outubro, 2015

A canadiana Eugenie Bouchard, actual número 39 do ranking da WTA, resolveu processar a USTA

Fotografia: AFP

A canadiana Eugenie Bouchard, actual número 39 do ranking da WTA, resolveu processar a USTA (Associação de Ténis dos Estados Unidos), alegando que o principal órgão que comanda o ténis americano foi negligente em relação à queda que sofreu num vestiário do torneio aberto dos Estados Unidos.

Bouchard havia terminado uma partida de duplas mistas pelo Grand Slam, com vitória sobre Dominika Cibulkova. Ao retornar para o vestiário, a atleta escorregou, caiu no chão da sala de fisioterapia e bateu a cabeça. A queda deixou a tenista com uma concussão e um traumatismo craniano, o que a levo a desistir do torneio.

"A Sra. Bouchard entrou na sala de fisioterapia do vestiário feminino quando escorregou e caiu numa substância estranha, escorregadia e perigosa localizada no piso", conforme cita o processo. Ainda segundo a alegação, a substância não foi identificada.

Desde o acidente, a tenista não conseguiu mais voltar a jogar e abandonou o WTA de Pequim na estreia. Ela considera que as lesões foram causados pelo "descuido e negligência da USTA", já que a entidade não manteve o vestiário em condições seguras. Eugenie Bouchard perdeu 13 posições no ranking desde o abandono, na primeira semana de Setembro, e acredita que continuará a descer.