Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ex-marido acusa Rita Jeptoo de doping

09 de Novembro, 2014

Ex-marido acusa Rita Jeptoo de doping

Fotografia: AFP

Em carta de Abril de 2013, aquando do início do processo de separação, o advogado do marido de Jeptoo mostrava à atleta que o seu companheiro tinha percebido que ela tinha recorrido a uma hormona desaconselhada ou interdita que aumentava os glóbulos vermelhos no sangue.

Face a essa informação, o advogado avisou a maratonista de que o seu marido estava pronto a enviar o dossier de doping à federação queniana e à Agência Mundial Antidoping (AMA), caso não chegassem a um acordo financeiro, no processo de divórcio.

Me Rioba Omboto, o causídico em causa, confirmou que esta correspondência foi feita antes das vitórias de Jeptoo nas maratonas de Boston e Chicago.
"Realmente, sinto muito pelo que está a acontecer à Rita", disse.  Rita Jeptoo ainda não reagiu publicamente após as denúncias de doping.

A Federação do Quénia já prometeu uma "acção muito rigorosa" caso se comprove que Jeptoo mentiu.

A organização da World Marathon Majors (WMM), que reúne as seis maiores do Mundo (Berlim, Boston, Chicago, Londres, Nova Iorque e Tóquio), suspendeu a entrega do prémio "maratonista do ano", no valor de cerca de 400 mil euros (cerca de 53,2 milhões de kwanzas), que devia ter sido feito no passado fim-de-semana em Nova Iorque.

A AMA já tinha chamado a atenção às autoridades quenianas, alertando-as para maior rigor no controlo antidoping, depois de ter apanhado quase 20 atletas nas "malhas" do doping, entre Janeiro de 2012 e Junho de 2013, embora nenhum do calibre de Jeptoo.