Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Exames escolares condicionam provas

Rosa Napoleo - 22 de Novembro, 2018

A direco da federao, promete cobrir as despesas de alojamento das delegaes

O calendário dos exames escolares, obrigou o Conselho Técnico da Federação Angolana de Ginástica, a remarcar a data da disputa do Campeonato de Elites e a Taça de Angola, para Dezembro próximo, em Luanda.
As competições, que deveriam acontecer em simultâneo de 21 a 24 deste mês, ficou adiado para 9 a 12 de Dezembro próximo, na capital do país, Luanda.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, a secretária executiva da FAG,  Nguesa Campos, disse que seria impossível a concretização das actividades nesta fase.
\"As datas coincidiram e visto que todos os atletas estão em idades escolares, não vimos alternativa senão adiar as competições. Apesar do nosso desejo de ver a modalidade a crescer, nós primámos antes pela formação dos mesmos\", disse.
Outro facto que se juntou ao adiamento, são as selecções convidadas (Portugal, Cabo Verde e Moçambique), que, segundo a dirigente, não haviam concluído com as questões burocráticas.
\"Pensamos que este tempo vai beneficiar igualmente as equipas convidadas, que até ao momento ainda não resolveram a questão dos bilhetes de passagem. Algumas queixam-se de falta de dinheiros. Acredito que até Dezembro, a questão já estará seleccionada\".
O Campeonato de Elite acolhe apenas os ginastas que conseguiram os lugares cimeiros na primeira edição, que decorreu em Malange.
A Taça de Angola, com as disciplinas de rítmica, artística, aeróbica e tumbling, tem já confirmada as equipas do Petro de Luanda, Benguela, Bié, Lunda Sul e os ginastas do Centro Especial de Malanje. Aguarda-se ainda a confirmação de Portugal, Cabo Verde e Moçambique.
A edição passada do Campeonato de Elite, foi ganha pela formação do Sporting de Benguela, que vai lutar para a revalidação.  O Petro de Luanda ocupou o segundo lugar e o Sporting do Bié o terceiro posto.
A direcção da federação, promete cobrir as despesas de alojamento das delegações.