Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Exercícios físicos atarefam CNIL

Rosa Napoleão - 07 de Maio, 2013

Exercícios físicos fora da água, correcções

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os exercícios físicos fora da água, correcções, melhorias e assistência aeróbica dentro da água estão a dominar os trabalhos de preparação da equipa de canoagem do Clube Naval da Ilha de Luanda, com vista o campeonato nacional agendado para Junho próximo.

Francisco Freire, técnico principal da equipa, disse ao Jornal dos Desportos que os trabalhos estão a correr da melhor maneira possível, depois de a equipa beneficiar de novas embarcações. “O grupo está completo e muito satisfeito com as actuais condições à nossa disposição. Temos novas embarcações e fazemos os nossos treinos habituais, direccionados ao campeonato nacional de canoagem e vela que se aproxima”, disse.

Quanto às novas embarcações, o treinador ressaltou que “vieram dar uma nova dinâmica aos atletas”.
“Eles entregam-se com mais vontade aos treinos”, disse. O técnico sublinhou que os três atletas principais internacionais (Fortunato Pacavira, Nelson Henriques e a Fátima António) integram o grupo e vão carimbar em conjunto com os restantes atletas mais uma época de vitórias.


CANOAGEM
Francisco Freire defende estágios


O vice-presidente para a área de canoagem do Clube Náutico da Ilha de Luanda, Francisco Freire, disse ontem ao Jornal dos Desportos que vai aproveitar da melhor maneira a relação de cooperação entre Angola e Portugal, com vista a formação coesa dos atletas. O também treinador principal da selecção nacional assegurou que o país tem responsabilidades acrescidas na presente época desportiva.

“O nosso objectivo passa por vencer quer nas competições internas e externas. Para isso, queremos explorar a amizade que Angola mantém com países em que a canoagem está profissionalizada a fim de bebermos a experiência dessas equipas e chegarmos a uma final nas competições internacionais”, disse.

“Felizmente, vou poder contar com todos, principalmente, a Fátima António que havia ficado quase um ciclo fora das competições. Acredito que, a trabalhar juntos com a dedicação de sempre, conseguiremos atingir os nossos objectivos”, disse.

O atleta sénior do clube, Fortunato Pacavira, perspectivou novas conquistas para a presente época desportiva em que pretende chegar a uma final das provas internacionais. “Vou trabalhar para ultrapassar os níveis que atingi. Se for participar em alguma competição internacional, a minha meta é qualificar a uma fase final”, disse.

Para o atleta, existe a necessidade de se aumentar o número de praticantes para aparecer em maior escala nas competições de grande nível. “Somos poucos e precisamos de  trabalhar na expansão da canoagem. Agora, já não temos de que nos queixar, porque temos todas as condições de trabalho criadas”, disse.
ROSA NAPOLEÃO