Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Expectativa marca o desembarque de pilotos portugueses e brasileiro

Hélder Jeremias - 05 de Agosto, 2013

Angolanos têm a concorrência dos “tugas”

Fotografia: Jornal dos Desportos

A presença dos dois pilotos de nacionalidade portuguesa e um brasileiro no GP Internacional Zé Du, com palco no Autódromo de Luanda, sábado e domingo próximo, está a causar grande expectativa no seio das equipas nacionais, cujos objectivos passam por arrebatar o troféu alusivo ao aniversário natalício do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos.

O português Miguel Praia ostenta uma ficha de serviço recheada de proezas, quer em Portugal quer em competições mundiais na categoria Supersport. Praia compete no campeonato brasileiro de Moto 1000 GP, ao serviço da equipa Centro Moto. Dotado de alto nível técnico, o piloto é encarado como candidato ao título de uma das mais aguerridas competições na América do Sul e a sua presença em Angola vem dar maior visibilidade ao GP Internacional Zé Du, que doravante vai trazer ao país pilotos de referência mundial.

Outro piloto é Alex Piris, 35 anos de idade, e uma das “feras” do motociclismo brasileiro, que vem abrilhantar o certame em Angola. No seu palmarés, o destaque recai para o terceiro lugar na prova de resistência 500 milhas Interlagos do ano em curso. Em 2009, obteve o terceiro lugar do campeonato Carioca GP 1000 Stock; em 2011, estreou-se com vitória no campeonato do Sulmerej e tornou-se vice-campeão da categoria GP 1000 Superstok no mesmo ano.

Pedro Salvador é campeão português de montanha, na categoria de automóveis, detém vários títulos na classe de Sport Protótipos, com destaque para o GP Boavista, o que lhe atribui a condição de um dos melhores pilotos portugueses da actualidade.