Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FAA projecta São Silvestre com cinco mil corredores

11 de Maio, 2013

Inovações podem marcar a edição da São Silvestre deste ano

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Federação Angolana de Atletismo (FAA) está apostada num maior envolvimento da sociedade angolana nas acções relacionadas com a sua mobilização para a 58ª edição da corrida de fim-de-ano, São Silvestre.  Para o efeito, a FAA vai fazer a apresentação do “Novo paradigma de marketing” para a prova, em acto previsto para o próximo dia 15, às 10H00, numa das salas de conferência do Hotel Skyna.

“Queremos envolver toda a sociedade, para que estejam integradas na mobilização das pessoas para corrida. Despertar as pessoas para o papel social da corrida”, disse Joaquim Dombaxi, responsável da FAA para comunicação e marketing. Diversificar os produtos de marketing, para proporcionar mais oportunidades de negócios e a massificação do atletismo, são apontados ainda com objectivo atingir no novo formato da prova. Com estas acções a federação espera inscrever 5000 corredores na 58ª edição da São Silvestre que sai à rua a 31 de Dezembro. A edição do ano passado juntou pouco mais de 1000 corredores.

A prova oferece desde o ano passado prémio de usd 15000 ao 1º classificado da classe masculina e 12 000 ao vencedor da prova feminina. A São Silvestre é uma prova de estrada com um percurso certificado de 10 km. A queniana Priscah Jeptoo que em Abril venceu a maratona de Londres é a detentora do título feminino da São Silvestre de Luanda, enquanto o etíope Atsedu Tesfaye triunfou na classe masculina.

MONITORES E JUÍZES
ENCERRAM FORMAÇÃO

O presidente da Federação Angolana de Atletismo (FAA), Carlos Rosa, procede hoje, ao encerramento dos cursos de monitores e juízes que decorrem em Menongue, Kuando Kubango, no âmbito do projecto de relançamento da modalidade naquela província. O encerramento das acções formativas decorreu à margem do festival que assinala as festividades do 11 de Maio, dia consagrado internacionalmente ao atletismo. Os cursos que juntaram 15 participantes, para monitores e 10, para juízes e cronometristas contaram com apoio total do Governo Provincial do Kuando Kubango, que está receptivo ao projecto de relançamento da modalidade.


Decisão
Minjud pretende intervir
na contratação de técnicos


Para salvaguardar os técnicos nacionais, o Ministério da Juventude e Desportos pretende intervir na contratação de equipas técnicas nacionais, indica um dos pontos apresentados quinta-feira, no Conselho do Desporto Federado, realizado numa das salas do estádio 11 de Novembro, em Luanda.  Este ponto suscitou uma apreciação positiva dos agentes presentes no evento organizado pelo Ministério, que inclui na agenda a estratégia de desenvolvimento do desporto. 

 Para o presidente da Federação Angolana de Atletismo, Carlos Rosa, a medida é pertinente e surge como forma de proteger os nacionais. “Muitas vezes os técnicos estrangeiros nem têm um curriculum superior ao do angolano, mas os dirigentes federativos preferem abdicar do nacional, ainda que este seja mais barato e competente”, sublinhou, realçando que é uma proposta a ser analisada. 


Bolt vence em Cayman
Usain Bolt abriu a sua temporada de competições com uma vitória. Quarta-feira, o velocista jamaicano ganhou a prova dos 100 metros no Meeting das Ilhas Cayman com o tempo de 10s09. O vencedor foi conhecido através do recurso eletrónico.Kemar Bailey-Cole, também marcou 10s09. O método fotográfico determinou, que Bolt foi o vencedor.


Doha apresenta candidatura

 A cidade de Doha, candidata derrotada à organização dos Mundiais 2017, a favor de Londres, vai apresentar nova candidatura à edição de 2019, revelou ontem o presidente da federação de atletismo do Qatar.“Fizemos a nossa aprendizagem após a derrota. Sentimos a escolha da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) não como uma derrota, mas como um encorajamento para apresentarmos uma candidatura a 2019”, salientou Dahlan Al-Hamad. O dirigente da federação do Qatar, que falou à margem da primeira etapa da Liga Diamante de atletismo, afirmou que a “janela” de datas permanece a mesma, entre Setembro e Outubro, com climatização do estádio de forma a atenuar as temperaturas elevadas.

Os próximos Mundiais de atletismo vão decorrer em 2013 em Moscovo (de 10 a 18 de Agosto), em 2015 em Pequim (de 22 a 30 de Agosto) e em 2017 em Londres.
Depois dos Jogos Asiáticos de 2006, Doha começou a surgir como palco de grandes eventos desportivos, entre os quais a organização dos Mundiais de andebol, em 2015, e de futebol, em 2022.

NOVO FENÓMENO
DOS 100 METROS

As comparações com Usain Bolt são, desde logo, inevitáveis. O japonês Yoshihide Kiryu, de 17 anos, tem impressionado pela facilidade em correr os 100 metros. Tornou-se há poucos dias co-recordista mundial júnior da distância com 10.01 segundos e é legítimo que o apontem para sucessor de Bolt.