Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FADM projectam final do nacional

Helder Jeremias - 07 de Novembro, 2016

Pilotos aprimoram a preparação para a derradeira jornada do campeonato nacional

Fotografia: M.Machangongo

A direcção da Cayatte Mostorsport e os membros da Federação Angolana trabalham em sintonia, na preparação das condições técnicas e administrativas para a realização da última jornada do Campeonato angolano de Supermoto, a ter lugar dia 20 do presente no circuito Arena Multiparques, localizado no km 30.

O encontro entre os efectivos da empresa promotora da referida competição e o órgão reitor da modalidade servirá para fazer-se um levantamento de todos os pressupostos para que o encerramento da competição seja marcado pela presença de todas as equipas nacionais num ambiente festivo de grande monta, tendo em conta a regularidade das provas da época prestes a termina.

O director desportivo da Cayatte Motorsport, Sandro Carvalho está deveras satisfeito com o balanço da época 2016, partindo do facto dos número de concorrentes se ter mantido estável, a pesar das dificuldades financeira que a crise económica despoletou , com maior incidência n a fase inicial do campeonato, daí que antevê resultados mais satisfatórios em 2017, caso a conjuntura económica continuar a observar melhorias.

Com a federação dos desportos motorizadas em fase de renovação dos respectivos corpos sociais, o encontro entre as duas instituições poderá servir para a projecção de planos em busca de estratégias na senda do desenvolvimento do motociclismo nacional para os próximo ciclo olímpico.

Com o Team Mercenários consagrado campeão antecipado, por intermédio de Helder Coelho "Vuty", as equipas nacionais começas a esboçar o plano de trabalho em busca de performances que se traduzam na dignidade dos respectivos pilotos, o que passa pela presença nos primeiros cinco lugares da prova e uma posição confortável ao nível da tabela classificativa.

"Faltam  13 dia para terminarmos a nossa época que não tem sido fácil, mas já podemos nos considerar satisfeitos pelos resultados que temos obtido. Realizamos provas em Luanda e em Benguela com uma periodicidade quase regular. A única ligeira paragem deveu-se às obras que o circuito Arena Multiparques ficou submetido para melhorar a sua condição", avançou Sandro carvalho.