Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Faia disputa torneio amanhã

24 de Junho, 2016

Antónia de Fátima "Faia" dá início amanhã à última fase de preparação

Fotografia: Jornal dos Desportos

Com pensamento nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a decorrer de 5 a 21 de Agosto, a judoca angolana Antónia de Fátima "Faia" dá início amanhã à última fase de preparação, quando entrar no dojo do Grande Prémio Internacional de Hungria, na cidade de Budapeste.

A atleta da categoria de -70kg cumpre um estágio com vista a despedir-se da maior reunião desportiva do mundo, Rio'2016, entre os quatro melhores da competição. Antónia de Fátima nunca subiu num pódio dos Jogos Olímpicos.Depois de Budapeste, a melhor judoca angolana de todos os tempos vai deslocar-se para Moscovo, capital da República Federativa da Rússia, a 18 de Julho, onde participa da última competição antes de desembarcar nas terras brasileiras de flamingo. O evento enquadra-se no ciclo de preparação.

Na busca pela qualificação ao Rio'2016, Antónia de Fátima participou de diferentes torneios internacionais. No Grand Slam de Paris, a distracção num milésimo de segundo ditou-lhe a derrota por ippon diante de uma adversária inglesa, uma da melhores do mundo. A experiência valeu para o Campeonato Africano de Tunis, onde obteve a medalha de bronze e visto de acesso às terras de Cristo Rei.

Além do Rio de Janeiro, Antónia de Fátima tem participações nos Jogos Olímpicos de Atenas'2004, Beijing'2008 e Londres'2012.

No ranking mundial para os Jogos olímpicos de Rio'2016, a judoca angolana ocupa a 19ª posição da categoria de -70kg. Ostenta os títulos de campeão africana de 2005 (África do Sul) e 2014 (Ilhas Maurícias). Foi vice-campeã africana em 2011 (Senegal), 2012 (Marrocos) e 2013 (Moçambique).Em 2012, obteve a medalha de bronze no campeonato do mundo realizado em Bucareste (Roménia. Em 2014, conquistou a prata no Open Internacional de Miami (EUA); Em 2015, subiu ao lugar mais alto do pódio dos Jogos Africanos Brazzaville'2015 com a medalha de ouro.