Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

FAJ garante condies para o Africano

Rosa Napoleo - 14 de Maio, 2014

Mrio Bentecel, do Nacional de Benguela, e Teresa Miguel, do Grupo Desportivo Interclube, so os embaixadores de Angola na prova.

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Federação Angolana de Judo (FAJ), Paulo N'zinga, garantiu ontem que estão criadas as condições administrativas e logísticas para a participação da Selecção Nacional de Esperanças no Campeonato Africano de Gaberone, Botswana, de 19 a 23 de Maio, prova selectiva aos Jogos Olímpicos da Juventude, na China.

As despesas inerentes à prova estão a cargo do Comité Olímpico Angolano (COA). "Estamos mais descansados porque não somos nós a suportar as despesas de alojamento e alimentação dos atletas e dirigentes, mas sim o COA. A Federação tem apenas a responsabilidade de garantir os vistos de passagem, que já estão providenciados", disse.

Os atletas intervenientes são bastante experientes e estão a cumprir um rigoroso período de treinos com o técnico Sousa Sampaio. "Neste momento, os dois atletas estão a terminar os trabalhos com a revisão das técnicas já executadas. Penso que estamos em condições de conseguir nesta prova a qualificação de Angola para os Jogos Olímpicos da Juventude.

Temos conseguido grandes conquistas a nível das competições internacionais e desta vez não é diferente", prometeu. Mário Bentecel, do Nacional de Benguela, e Teresa Miguel, do Grupo Desportivo Interclube, são os embaixadores de Angola na prova.
Rosa Napoleão

Atletas da modalidade
aumentam em Angola

O número de atletas da modalidade de tchoukball, recentemente incrementada no país, está a crescer consideravelmente, garante Dialundama Michel, secretário-geral do núcleo. A prática chegou a Luanda em Julho de 2010 e já criou cinco equipas: Esperanto de Angola, Kabuscorp do Palanca, Tchoukball Clube de Luanda, Inef Clube e Tchoukball Klubo IBC Sporto.

O crescimento “é fruto de um programa intensivo de massificação, que começou com o seu incremento no país. Já se realizaram com êxito uma série de actividades a nível da modalidade, pelo que se pretende continuar, para atingir outros níveis”, disse. Dialundama Michel referiu, ainda, que o núcleo tem realizado vários torneios que terminam com saldo positivo. "Temos as nossas competições devidamente programadas e tem-se elevado o nível dos atletas", realçou.

Dentro das regras da modalidade destacam-se a designação que é a junção de duas palavras, tchouk (barulho que a bola faz ao bater no chão) e ball (que significa bola, em inglês). A modalidade  inventada pelo suíço Hermann Brandt não é olímpica. O seu objectivo principal é formar uma sociedade mais harmoniosa, já que a pratica é executada sem contacto físico entre os atletas.

O desporto é caracterizado por combinar elementos de andebol e voleibol e compreende 11 regras. Considera pontos quando a bola bate no campo, volta e bate na perna de um adversário ou no chão, quando se lhe perde o controlo.
 Rosa Napoleão