Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fall promete nova Acadmica

Silva Cacuti - 08 de Fevereiro, 2018

Novo tcnico da Acadmica ( direita) pretende uma equipa que imponha o seu domnio mantendo a tradio de vencer

Fotografia: Agostinho Narciso | Edies Novembro

A equipa da Académica de Luanda, actual campeã nacional de hóquei em patins sénior masculina, pode apresentar-se para a nova época com uma filosofia de trabalho diferente da que implementou nos últimos cinco anos. A promessa é do treinador português, Fernando Fallé, apresentado no início da semana como novo timoneiro.
A apresentação do treinador realizou-se durante uma cerimónia de celebração e outorga de diplomas às equipas de seniores e juniores do clube, pela conquista dos campeonatos nacionais.
Fernando Fallé refere que sempre esteve alinhado com o espírito reinante no clube, e promete ganhar provas dentro de uma nova filosofia de trabalho.
\"Apresentaram-me um projecto, onde seria possível incorporar jovens. Gosto de trabalhar com jovens. O futuro vem aí. Gosto de trabalhar com perspectiva no futuro, com nova filosofia de trabalho e formas de estar diferentes. Isso, motiva-me, por isso, estou aqui\", disse.
O treinador foi contratado por uma época, a fim de trabalhar com o plantel sénior. Não está descartada a possibilidade de intervir noutros escalões. António Eduardo Victor \"Duke\", antigo capitão da selecção nacional, foi também apresentado como adjunto de Fallé, tal como na selecção nacional.
Depois de assegurar o regresso ao comando da selecção nacional, com a qual alcançou o melhor registo de sempre, obteve o quinto lugar do Campeonato Mundial que se disputou na China em 2017, no âmbito dos Jogos Mundiais da Patinagem, o treinador deixa claro que não há qualquer incompatibilidade entre o compromisso com o clube e  com a selecção nacional.
O treinador substitui na agremiação, Jurandir Silva \"Didi\", que esteve à frente do clube nas últimas cinco épocas. O brasileiro conquistou quatro títulos nacionais, nomeadamente, em 2012, 2013, 2014 e 2017. O novo treinador do campeão nacional elogiou o antecessor pelo trabalho desenvolvido no clube.
\"O Didi merece o nosso respeito. Ganhou o respeito na modalidade, cá em Angola. Conquistou títulos, e tem uma filosofia de trabalho que respeito\", disse.
No seu historial, a Académica de Luanda conquistou sete campeonatos nacionais e quatro Taças de Angola, e igual número de troféus da Supertaça João Garcia.