Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Falta de quadras impede difuso da modalidade nos vrios municpios

26 de Agosto, 2016

Presidente da FAP apela ao fair-play

Fotografia: Jornal dos Desportos

Gaudêncio Hamelay, no Lubango

As dificuldades com as quadras desportivas, consubstanciadas em alguns casos com a inexistência de espaços e outras sem condições impedem o desenvolvimento da modalidade de andebol nos municípios da província da Huíla, revelou ontem, no Lubango, o presidente de direcção da associação provincial da modalidade.
Zeca Fumbelo clarificou que o andebol é uma modalidade que dá para ser massificada e praticada em outras localidades da província, mas debate-se com dificuldades de quadras desportivas.
“Há municípios que não têm infra-estruturas para desenvolver o andebol e noutros existem,  mas não oferecem condições para o efeito”, aclarou.
Zeca Fumbelo explicou que os municípios de Caconda, Quilenguês e Caluquembe possuem uma quadra desportiva em condições para a prática do andebol, enquanto em Quipungo, a quadra existem não oferece condições para tal e acrescentou que a quadra desportiva do município da Chibia, foi reduzida as suas medidas, por este motivo não dá para desenvolver o andebol.
“Fomos há dias observar as quadras do município da Humpata (18 kms à oeste da cidade do Lubango), também não dá para desenvolver a modalidade talvez para os escalões de iniciados, mas para a categoria de juvenis não tem dimensões apropriadas para o efeito. De igual forma, mantivemos contactos com as autoridades administrativas do município da Jamba e garantiram existir boas quadras. Por isso, vamos nos deslocar naquela localidade para avaliar as condições das quadras para posterior incentivar a pratica da modalidade já que possui equipas de andebol. Isto, se as quadras forem boas”, afirmou.
Zeca Fumbelo anunciou que a associação já trabalha na criação de condições técnicas e administrativas para que a próxima semana se dê o iniciou do campeonato provincial unificado da modalidade nos escalões de iniciados, juvenis e juniores em ambos sexos.
Informou que amanhã, sábado, termina as inscrições dos clubes existentes com realce para o Interclube do Lubango, Sporting Clube do Lubango, Águias do Calumbiro, Colégio Evangélico, colégio Alexandra, Colégio 1-2-3,  entre outras equipas. “E o próximo fim-de-semana arrancamos com o campeonato provincial e prevemos movimentar 4 em juvenis, 4 em iniciados em ambos sexos e um em juniores feminino”, garantiu.
O sistema de disputa da prova, explicou o dirigente associativo, será todos contra todos em oito jornadas à duas voltas e acrescentou que sábado realiza-se já jogo de abertura dos campeonatos.
Zeca Fumbelo disse ser pretensão da Huíla candidatar-se para organizar uma prova nacional de andebol na categoria de juvenil em ambos sexos.
“Temos essa previsão de trazer aqui o campeonato juvenil. É nossa opção porque sabem que vivemos várias dificuldades principalmente com esta crise que o país vive, piora mais os clubes que temos. Daí que vamos negociar com a direcção provincial da Juventude e Desportos local, o governo da província para ver se podemos nos candidatar para um campeonato nacional de juvenis”, manifestou.
Sobre o actual estado da modalidade na província, Zeca Fumbelo,  considerou não ser mal nem dos piores, mas o novo elenco contínua empenhado para ver melhorado o andebol. “Temos novo elenco composto maioritariamente por antigos praticantes que poderão imprimir novo dinamismo. Também temos agendado nos próximos dias um encontro com os membros para traçar as estratégias de melhorar a modalidade”, sublinhou.