Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Familiares dos atletas clamam por prmios

Pedro Futa - 05 de Setembro, 2019

Fotografia: Jornal dos Desportos

Familiares dos atletas juntaram-se essa terça-feira, no Aeroporto 4 de Fevereiro na recepção à Selecção tri - campeã Africana em Vela Optimist, nas Ilhas Seychelles, prova que se disputou entre 19 a 31 de Agosto, em protesto dos prémios em falta desde 2016.
Em declarações ao Jornal dos Desportos, Elizabeth Graciano, mãe da campeã Aline Lourenço, suplicou ao Ministério da Juventude e Desportos para a resolução do caso que já perdura há três anos.
\"Primeiro agradecer a Deus por esses bravos rapazes terem conquistado mais uma vez, as medalhas de ouro, prata e bronze, e pedir ao Ministério da Juventude e Desportos que pague os prémios das provas passadas\",frisou.
A campeã africana Aline Lourenço, está na escola graças a bolsa paga pelo Clube Naval de Luanda, e segundo à sua progenitora, os prémios dos Campeonatos africanos de Luanda (2016), Cairo (2017), Maputo(2018), serviam para colmatar as dificuldades financeiras que a família enfrenta actualmente.
Outro parente indignado com o Ministério da Juventude e Desportos, é o Francisco Artur, tio do atleta Osvaldo da Gama, que pediu esclarecimento das entidades que dirigem a modalidade. \"Peço as entidades ligadas ao Ministério que vêm a público justificar as razões do não pagamento dos prémios há três anos\", pediu.
Francisco Artur, que também é atleta da modalidade pondera abandonar por falta de incentivos. \"Eu sou atleta e muitos desses campeões inspiraram-se em mim, pretendo abandonar a canoagem por falta de incentivos, porque não há motivação para continuar\",desabafou.
O representante da Direcção Nacional dos Desportos, Matos Cardoso, sem adiantar datas, prometeu o pagamento dos prémios nos próximos dias.  \"O Ministério domina o assunto e prometemos nos próximos dias resolver essa situação\", disse.
A selecção Nacional conquistou por equipa medalhas de ouro e prata. Individual Aline Lourenço arrebatou as medalhas de ouro e bronze, Joana de Brito(medalha de prata), enquanto Ronáncio Paulo, conquistou a medalha de ouro e Osvaldo da Gama (bronze).
O técnico da selecção nacional, Moisés Camata, mostrou-se regozijado com as conquistas e já pensa nas próximas competições.  \"Estou feliz por mais uma conquista, mas dizer que foi uma prova bastante difícil, face as qualidades dos adversários e as dificuldades em adaptar-se  ao clima devido ao vento, vamos procurar trabalhar mais para podermos vencer as próximas edições\",disse.
A delegação da Canoagem que também esteve nos Jogos Africanos de Rabat, Marrocos, foi igualmente recebida no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro.
Seguiu-se a uma passeata em várias artérias da cidade, mormente a Avenida Revolução de Outubro, Amílcar Cabral, Largo da Mutamba, Porto de Luanda, Ilha do Cabo e chegada no Clube Naval, onde houve uma cerimónia de homenagem a delegação chefiada por Rui Albuquerque.