Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Fátima evolui na Alemanha

Rosa Napoleão - 05 de Agosto, 2015

Faia é uma das esperanças da delegação

Fotografia: Jornal dos Desportos

A melhor atleta nacional de judo, Antónia de Fátima "Faia", prossegue a preparação na Alemanha com vista a boa representação nos Jogos Africanos em Setembro e nos Olímpicos do Rio de Janeiro, no próximo ano.

A judoca possui um palmarés recheado de conquistas no continente e no país. Após conquistar a última medalha de "ouro", no  anterior campeonato africano, a também  instrutora de artes marciais na Polícia Nacional almeja encerrar a carreira em grande, depois da participação nos próximos Jogos Olímpicos de 2016.

Faia está a beneficiar de uma bolsa olímpica. Desde 2002 com a medalha de bronze no campeonato africano de Cairo, a atleta continua a elevar a bandeira nacional com as conquistas nas altas competições quer em África quer no mundo.

A judoca é vista como “uma guerreira” devido às dificuldades por que passa na preparação dos campeonatos africanos e mundiais. Faia junta-se à selecção somente no palco da competição, em Brazzaville. Antónia de Fátima colecciona vários títulos africanos e também de vice -campeã de África.

No contexto mundial, a judoca já manteve presença igualmente no pódio com a medalha de bronze. Faia representou o país em dois Jogos Olímpicos, mormente, em Atenas e em Londres, no qual foi a porta-bandeira de Angola na cerimónia de abertura.

Em Luanda, o grupo de convocados para os Jogos Africanos evolui consideravelmente, segundo o técnico Yuri Paim. Depois de ter sido cancelado o estágio programado para Portugal, o conjunto efectua esta semana exames médicos para a primeira triagem. Uma saída para treinos nas províncias de Cabinda e de Benguela vai ser cumprido pelos seleccionados.

O trabalho está programado para duas semanas em cada localidade. A ideia é levar os atletas a realizarem combates entre si com objectivos de obter maior traquejo.