Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Favoritos continuam prova

14 de Março, 2017

Só o úmero um do mundo caiu de modo prematuro na prova dos EUA

Fotografia: AFP

O sérvio Novak Djokovic, o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal,  juntos somam 44 títulos em torneios do Grand Slam, apuraram-se no domingo para a terceira ronda do torneio de Indian Wells. Um dia depois da prematura eliminação do britânico Andy Murray, líder do ranking mundial, os outros três cabeças de cartaz do primeiro Masters 1000 da época, cumpriram a \'obrigação\' de vencer na segunda ronda.

Djokovic é o número dois mundial, procura a sexta vitória em Indian Wells, a última delas alcançada no ano passado ao superiorizar-se ao britânico Kyle Edmund, 46.º do mundo, em dois sets, pelos parciais de 6-4 e 7-6 (7-5). Federer está na 10.ª posição do circuito, deu mais um passo para o objectivo de ganhar pela quinta vez o torneio norte-americano, depois de bater facilmente o francês Stéphane Robert, 81.º da hierarquia, por 6-2 e 6-1.

Finalmente, Nadal é outro jogador que já ocupou o lugar cimeiro do ranking mundial, e que procura o quarto troféu em Indian Wells, também não sentiu grande oposição do argentino Guido Pella, superiorizou-se ao sul-americano, número 145 do mundo, por 6-3 e 6-2. Os dois tenistas portugueses que estavam em prova, João Sousa e Gastão Elias, já foram afastados do primeiro Masters 1000 do ano.

Gastão Elias foi eliminado na primeira ronda do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos, enquanto João Sousa, o melhor português no ranking da ITF, foi eliminado na segunda ronda pelo alemão Mischa Zverev. O tenista português caiu em dois sets pelos parciais de 6-4 e 6-3.