Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Favoritos estreiam com vitória em Paris

06 de Novembro, 2015

O suíço Roger Federer, o escocês Andy Murray, e o espanhol Rafael Nadal, três dos grandes favoritos ao título do Masters 1000 de Paris

Fotografia: AFP

O suíço Roger Federer, o escocês Andy Murray, e o espanhol Rafael Nadal, três dos grandes favoritos ao título do Masters 1000 de Paris, estrearam no torneio com vitórias arrasadoras, na quarta-feira na capital francesa.

Embalado pelo título no domingo na sua cidade natal de Basileia, Federer, número 2 do mundo, atropelou sem piedade o italiano Andrea Seppi, 28º do ranking, com um duplo 6-1, precisando de apenas 47 minutos de jogo para fechar a partida.

Federer vai enfrentar nos oitavos de final o americano John Isner, dono de um dos saques mais poderosos do circuito e que eliminou o britânico Aljaz Bedene (6-3, 7-6). No confronto directo com Isner, o suíço leva a melhor, com cinco vitórias e apenas uma derrota.

Murray não foi tão rápido quanto Federer para avançar de fase, ao precisar de 58 minutos para despachar o jovem croata Borna Coric, de 18 anos, carrasco do Brasil na Taça Davis, por 6-1 e 6-2.

Nas oitavas de final, Murray terá pela frente David Goffin, uma prévia da final da Copa Davis, que será disputada entre Grã-Bretanha e Bélgica, dos dias 27 a 29 de novembro, em Gent.

"A movimentação em quadra é totalmente diferente. Um jogador pode ter a capacidade de fazer no saibro coisas que não consegue fazer em outro piso. Mesmo assim, não conheço muito o jogo dele, então será bom enfrentá-lo antes da Copa Davis", analisou o escocês.

Nadal confirma boa forma
Murray deixou claro desde setembro que a decisão da Davis é sua prioridade absoluta, ameaçando não participar do ATP Finals, torneio que reúne uma semana antes em Londres os oito melhores do planeta.

"Vou jogar no saibro até a quinta-feira (dia 12 de novembro, 3 dias antes do ATP Finals)", afirmou o escocês, que foi criticado pela ATP por ameaçar não disputar o torneio londrino.

Já Nadal superou o tcheco Lukas Rosol, também por duplo 6-2, confirmando a melhora apresentada nas últimas semanas, com os vice-campeonatos em Pequim e Basel.

O espanhol, que vive a pior temporada da sua vitoriosa carreira, disputará uma vaga nas quartas com o sul-africano Kevin Anderson.

O japonês Kei Nishikori (N.6) precisou batalhar para superar o francês Jérémy Chardy (7-6 (7/4), 6-7 (6/8) e 6-1) e enfrentará na próxima fase outro tenista da casa, Richard Gasquet (N.10), que teve mais facilidade para vencer o argentino Leonardo Mayer por 6-2 e 7-5.