Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Faya confirmada na sua categoria

António Ferreira | Lisboa - 10 de Junho, 2016

O sonho da angolana Faya é conquistar nos Jogos do Rio de Janeiro a primeira medalha

Fotografia: Jornal dos Desportos

A angolana Antónia de Fátima é a décima nona (19ª) do quadro final da categoria dos -70 Kg do torneio de Judo dos Jogos Olímpicos de Verão, 6 a 20 de Agosto, na cidade do Rio de Janeiro, segundo a listagem definitiva da Federação Internacional (FIJ), divulgada no início da semana. Faia, como é conhecida no círculo desportivo, integra o lote de 23 judocas candidatas a uma das quatro medalhas da categoria.

Antónia de Fátima, vigésima quinta (25ª) melhor judoca do mundo nos -70 Kg, com um somatório de 722 pontos e única angolana no ranking mundial da Federação Internacional de Judo,cuja liderança pertence a Kim Polling (2765), seguida da colombiana Yuri Alvear (2230) e da francesa Gevrise Emane (2138).

De acordo com o quadro oficial divulgado pela FIJ, na categoria dos -70Kg, Antónia de Fátima terá como oponentes Kim Pollin (Holanda, 1-2765 pontos), Yuri Alvear (Colômbia, 2-2230), Gevrise Emane (França, 3-2138), Estelle Fanny (França, 13-1440), Bernadette Graf (Áustria, 4-2024), Laura Vargas (Alemanha, 5-2022), Seongyeon Kim (Coreia do Sul, 6-1770), Maria Bernabéu (Espanha, 7-1700), Kelita Zupancic (Canadá, 8-1592), Linda Bolder (Islândia, 9-1517), Chizuru Arai (Japão, 10-1502), Haruka Tachimoto (Japão, 12-1450), CONWAY Sally Conway (Inglaterra, 11-1472), Assmaa (Marrocos, 15-1278), KLYS Katarzyna Klys (16-1164), Naranjargal Ayush (Mongólia, 17-1146), Bárbara Matic (Croácia, 20-938), Esther Stam (Geórgia, 21-935), Chao Zhou (China, 22-892), Maria Perez (Porto Rico, 24-813), MATNIYAZOVA Gulnoza Matniyazova (Uzbequistão, 26-717), Houda Milde (Tunísia, 30-664), Elvismar Rodriguez (Venezuela, 33-588), restando indicar atleta do país anfitrião, o Brasil. Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o continente africano tem três (3) representantes na categoria dos -70 Kg, nomeadamente a angolana Antónia de Fátima (19º no sorteio), a marroquina Assmaa Niang, décima quinta do ranking mundial com 1278 pontos (12ª no sorteio) e a tunisina Houda Miled, 30ª classificada com 664 pontos e 21ª na chave do torneio olímpico.

Encerrado o período de qualificação - a última janela foi o World Masters, em Guadalajara, no México -,  366 atletas, sendo 221 masculinos e 145 femininos estarão apurados para os Jogos do Rio de Janeiro, em representação de 116 países, cifra que constitui novo recorde de presenças.

No total, a Europa é o continente melhor representado, com 40 países, a África é segunda com 25, seguindo-se-lhe a Âsia e a América, ambos com 21 e, por último, a Oceânia, com apenas 9 países. A França, Brasil e Japão sáo os países com representantes nas catorze categorias.

De acordo com o sistema de qualificação olímpica, no torneio femininoas 14 primeiras colocadas no ranking de cada categoria garantiram qualificação directa, enquanto nos masculinos entraram os 22 melhores de cada peso, sendo que apenas é admitido um atleta por país em cada categoria.

O torneio olímpico de Judo dos Jogos do Rio de Janeiro é disputado de 6 a 20 de Agosto nas categorias de -60, -66, -73, -81, -90, -100 e +100 Kg (masculinos), -48, -52, -57, -63, -70, -78 e +78 Kg (femininos).