Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Faya e Rafael coleccionam ouro

Àlvaro Alexandre Goa - 25 de Janeiro, 2014

Numa maratona de combate, que durou aproximadamente dez horas, os atletas nacionais conquistaram nove medalhas.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Numa maratona de combate, que durou aproximadamente dez horas, os atletas nacionais conquistaram nove medalhas. O ponto mais alto foi atingido por Antónia de Fátima “Faia”, que conseguiu conservar o ouro obtido na última edição, realizada em 2010, em Portugal, e Mário Rafael, que conquistou o terceiro ouro.

Araith Carvalho foi o primeiro judoca da Selecção Nacional a conquistar uma medalha para Angola. O atleta obteve prata na categoria de -81kg. As medalhas de bronze foram obtidas por Antunes Vunge (-66 kg), Bruna de Freitas (-57 kg), Frederico João (-90 kg), Wilson Afonso (-81 kg), Rita Augusto (-63 kg) e Hilário Paulo (-52 kg).

Mário Rafael afirmou que a medalha de ouro foi uma conquista bem-vinda. “Esta medalha de ouro é uma recompensa do trabalho desenvolvido nos últimos anos. Agora, tenho a responsabilidade de intensificar a minha preparação para continuar a trazer alegria ao povo angolano”, disse.

Mário Rafael pede a quem de direito para apostar mais nas modalidades individuais. “Mais uma vez provamos que a solução do desporto olímpico está na aposta séria nas modalidades individuais. É gratificante e meritório o que fizemos. Numa jornada, conseguimos nove medalhas, das quais duas de ouro. O que é que falta para sermos tratados de forma igual?”, questiona o campeão olímpico.


Angolanas defrontam Macaenses


A Selecção Nacional feminina realiza apenas hoje, às 12h00, no Complexo Desportivo University de Goa, a sua estreia no torneio de basquetebol, dos terceiros Jogos da Lusofonia. As angolanas defrontam Macau no terceiro dia da prova.

A equipa nacional comandada por Elisa Pires está moralizada e "a fase estressante, provocada pela longa viagem, já foi digerida". Segundo a treinadora, "o pensamento do grupo está centralizado no jogo com Macau e o trabalho realizado dá garantias de bom resultado”.

A outra partida feminina está marcada para as 16 horas no mesmo local e vai opor a Índia a Moçambique.

MASCULINO
A Selecção Nacional masculina vai jogar às 18h00, no Complexo Desportivo University de Goa com a Índia, em partida da terceira jornada do grupo B. Angola entra na quadra como a equipa favorita face à qualidade dos seus atletas.

Na estreia realizada ontem, os meninos de Manuel Sousa "Necas" cilindraram a Guiné Bissau por 83 a 46, depois de duas horas de jogo.
Para a mesma jornada, Cabo Verde e Moçambique vão medir forças.

ATLETISMO
Angola terminou ontem a sua campanha nas provas de atletismo disputadas na pista de tartã do pavilhão Multiusos de Bambolim, referente aos terceiros Jogos da Lusofonia que decorrem na Índia. Em dois dias de competição, Angola conquistou sete medalhas.

O melhor atleta foi Osvaldo Morais Alexandre, que obteve o primeiro ouro para o país. Witiney Barata, obteve a prata, nos 100 metros barreiras; Kevin Oliveira, bronze, nos 400 metros planos; Ernestina Paulino, bronze, nos 5000 metros planos, e Alexandre João, bronze, nos 5000 metros planos. Felismina Cavela, prata, nos 1500 metros livres e Mauro Gaspar, bronze, nos 100 metros livres fecham a participação.

A delegação angolana de atletismo, composta por 14 membros, repousa dois dias que vão ser aproveitados para visitar alguns lugares turísticos da cidade de Goa. A concentração acontece na próxima segunda-feira para participar na prova de fundo de 10 quilómetros. A prova vai ser disputada nas ruas de Goa. Para o efeito, o técnico angolano Augusto Seco escalou os atletas Ernestina Paulino, Francisco Caluvi e Alexandre João.