Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federação Angolana introduz Aikido-jitsu

Rosa Napole?o - 13 de Janeiro, 2017

O aikido-jitsu é a mais a nova especialidade de combate que a Federação Angolana de Jiu-Jitsu vai introduzir

Fotografia: Jornal dos Desportos

O aikido-jitsu é a mais a nova especialidade de combate que a Federação Angolana de Jiu-Jitsu vai introduzir na presente época desportiva. A garantia é de Pedro Emous, secretário-geral da instituição. Desde o lançamento dessa arte marcial, centenas de angolanos aprendem o ABC em diferentes academias as técnicas de ataque e de defesa.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Pedro Emous disse que a introdução do estilo vai trazer inovações e aumentar o volume de competições no país.

"A prática do país vai incentivar o desenvolvimento. Em Luanda, existem duas academias, mormente, Dragão Negro I e Dragão Negro II, a praticar o aikido com elevado número de praticantes. Agora, temos os estilos: demonstração, combate, brasileiro e aikido", disse.

Para a gestão corrente dos estilos, a Federação Angolana de Jiu-Jitsu tenciona criar dois gabinetes internos. O primeiro vai tratar especificamente do aikido e o segundo de marketing desportivo, para tratar das imagens das competições e dos atletas.

O aikido é uma arte marcial de origem japonesa reconhecida pela rapidez nos seus movimentos. Os dois lutadores fazem-se acompanhar de um pedaço de pau. O kimono é maior que o usado noutros estilos e geralmente é de cor preta. Os golpes são direccionados à parte vulnerável. O atacado usa o momento de ataque do adversário contra o atacante. Exemplo: o atacante dá um passo à frente e lança um soco directo. O atacado defende-se dando um passo ao lado, agarra o punho do atacante e gira o braço do atacante.

O aikido é traduzido, frequentemente, como o caminho da unificação ou o caminho do espírito harmonioso.