Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao confirma campeonatos

Hlder Jeremias - 14 de Julho, 2013

Campeonato nacional de tnis de mesa

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção da Federação Angolana de Ténis e a direcção provincial dos Desportos de Benguela estão a trabalhar em sintonia para a criação de condições para a realização dos campeonatos nacionais, marcados para Agosto próximo naquela província.

O Jornal dos Desportos obteve a informação de Matias Castro da Silva, presidente da federação que manteve um encontro com o director provincial dos Desportos na cidade de Benguela.

Segundo Matias Castro da Silva ficou decidido que o certame vai ser realizado na primeira quinzena de Agosto para aproveitar as férias dos estudantes.
O presidente da federação avançou ainda que a direcção já enviou um documento oficial ao Governo da província de Benguela no sentido de disponibilizar os meios possíveis para que os atletas vindos das demais localidades tenham uma hospedagem condigna, os pormenores técnicos são abordados tão logo tenham o parecer do Executivo local.

Matias Castro da Silva, que também é comissário da Polícia Nacional, fez saber, por outro lado, que vai manter, nos próximos dias, um, encontro com os corpos sociais da instituição que dirige, durante o qual vão ser passados em revista aspectos ligados à organização interna, “face a algumas incongruências no que toca às acções programadas para a massificação da modalidade”.
Hélder Jeremias


DE BENGUELA
Duda Fortunato aplaude escolha


O presidente da Associação Provincial de Ténis de Benguela, Duda Fortunato, mostrou-se satisfeito com a escolha da sua província para albergar os campeonatos nacionais, após seis anos de letargia da modalidade, em consequência da inoperância da federação. Duda Fortunato, que cumpre o seu terceiro mandato à frente dos destinos da modalidade em terras de Ombaka, acredita que o acontecimento vai servir para despertar a juventude na prática da modalidade, o que pode levar os empresários a canalizarem recursos para o seu desenvolvimento.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Duda Fortunato, reconheceu que nos últimos tempos o número de praticantes cresceu na província, razão pela qual o défice de campos representa o principal empecilho, mas acredita que a construção de, pelo menos, duas quadras venha a resolver tal preocupação. “É bem-vinda a realização dos campeonatos nacionais na nossa província, pois este tipo de eventos têm grandes repercussões do ponto de vista social e uma delas pode ser a maior adesão de jovens para a prática do desporto, uma forma de termos pessoas mais saudáveis”, disse Duda Fortunato.
                                                                                        HJ