Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao lana ginstica artstica

Rosa Napoleo - 18 de Janeiro, 2014

A Federao Angolana de Ginstica pretende aumentar este ano o leque de especialidades

Fotografia: Jornal dos Desportos

De acordo com o dirigente, o nível competitivo que os atletas atingiram, permite a implementação da ginástica artística no país. “Todos temos visto a evolução da ginástica nos últimos anos. Temos praticado apenas a ginástica de tumbling que consiste em saltos acrobáticos no solo, a rítmica que é feita com movimentos coordenados com bola, arco, fitas e massa e ainda a ginástica coreográfica, onde um conjunto de cinco atletas ou mais efectuam uma coreografia de dança com qualquer dos instrumentos acima citados. Queremos acrescentar este ano a ginástica artística que já foi aprovada pelo conselho técnico nacional”, disse.

O dirigente garantiu estar criadas as condições para os trabalhos de experimentação com os atletas mais destacados do tumbling. «Os atletas da especialidade de tumbling estão mais habilitados a adaptarem-se facilmente a artística, portanto, os técnicos estão a desenvolver um trabalho selectivo no sentido de escolher alguns ginastas que vão fazer parte do grupo da ginástica artística», disse.

Questionado sobre a existência ou não de técnicos que podem vir a orientar esta especialidade de ginástica, Auxílio Jacob referiu que os técnicos existentes estão devidamente capacitados, porque as técnicas das especialidades de ginástica não diferem muito umas das outras. 

“Quanto aos treinadores não temos grandes problemas. Estamos bem servidos porque os orientadores estão documentados para a área, que também não tem grande diferenciação com relação as demais práticas de ginástica”,esclareceu.