Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federação prepara base de dados

Silva Cacuti - 03 de Maio, 2015

Valentim Domingos promete novo modelo de gestão dos recursos humanos e administrativos na Federação Angolana de Voleibol

Fotografia: José Cola

A Federação Angolana de Voleibol (FAVB) está a trabalhar para criar uma base de dados para preservar as estatísticas das competições, registo de praticantes e ex-praticantes no quadro do desenvolvimento desportivo e organização administrativa. A informação foi prestada por Valentim Domingos, presidente de direcção da instituição.

Para a materialização da intenção, um membro da área técnica da FAVB, está a beneficiar de formação em Portugal junto da Federação Portuguesa de Voleibol. O técnico está a colher experiências dos portuguesas para as adaptar e implementar em Angola, de acordo com Valentim Domingos.

“Não dispomos de registos de praticantes e dos ex-praticantes desde a implementação da Federação Angolana de Voleibol. Portanto, urge criar as condições para isso”, disse.

O responsável máximo da FAVB sustentou, que já adquiriram os meios informáticos, depois do regresso do membro da área técnica de Portugal, está agendado um plano de formação ao pessoal administrativo.

“Queremos criar uma base de dados tão logo o nosso membro da área técnica regresse de Portugal e possa transmitir os conhecimentos ao nosso pessoal”, disse.

Em relação ao programa de actividades da época de 2015, Valentim Domingos, assegurou que “já está elaborado, mas aguarda a aprovação durante a Assembleia Geral”. Agendado para Abril último, o conclave foi transferido para a última semana de mês corrente. A alteração da data está ligada à carência financeira que acossa a instituição, conforme Valentim Domingos.

Na última semana, o vice-presidente da Federação Portuguesa de Voleibol, Álvaro Lopes, trabalhou com a direcção da FAVB no quadro das relações de cooperação existentes entre as duas instituições desportivas. O dirigente português visitou o país, durante três dias, como emissário do vice-presidente da Federação Internacional de Voleibol, Vicente Araújo, e inteirou-se do funcionamento administrativo da instituição angolana.