Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao projecta torneio aberto

Hlder Jeremias - 13 de Abril, 2013

Jovens tenistas esto ansiosos em jogar para elevar os nveis competitivos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O director técnico da Federação Angolana de Ténis, Garcia Kiambi, garantiu para breve a realização de um torneio aberto nos courts do Clube de Ténis de Luanda, para compensar a não realização do torneio “4 de Abril” devido a questões materiais.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o responsável federativo avançou que estão em curso contactos com várias instituições no sentido de canalizarem apoios para o efeito, numa altura em que os atletas estão ansiosos por voltar às competições. Kiambi pediu paciência aos atletas, uma vez que “existem sinais positivos”.

“Não foi possível realizarmos o torneio alusivo aos 11 anos de Paz porque faltaram recursos financeiros. Estamos a envidar esforços para que, dentro em breve, possamos compensar esta lacuna com outro evento. Pedimos um pouco de calma aos nossos atletas, que estão ansiosos por regressar às competições”, disse.
  
Garcia Kiambi, que tem mantido contactos frequentes com os responsáveis das associações provinciais, afirmou que enfrentam dificuldades para visitar as distintas localidades, onde preconizam fazer o levantamento das condições de trabalho. Kiambi assegurou que a actual direcção ainda não dispõe de recursos financeiros para o efeito, mas prometeu que, tão logo a situação seja desbloqueada, o objectivo vai ser materializado.

Perante as limitações, o director técnico tem trabalhado com os clubes de Luanda e mostra-se satisfeito com a existência de um maior número de agremiações que incluíram o ténis nos seus currículos. Por essa razão, acredita que mais atletas vão despontar nas provas agendadas pela Federação.

Garcia Kiambi enalteceu o esforço do actual presidente da Federação, Matias da Silva, em angariar patrocinadores que tornaram possível a distribuição de material às associações a fim de suprir o elevado défice nos principais pólos de desenvolvimento do ténis.


HOMENAGEM

Almoço junta hoje atletas e familiares


A direcção da Federação Angolana de Ténis de Mesa (FATM) organiza hoje, às 10h30, no Centro de Alto Rendimento de Angola (CARA), uma homenagem aos mesatenistas das Selecções Nacionais de cadetes, juniores e sub-21, que representaram com dignidade o país nos Campeonatos Africanos, que decorreram em Nabeul, Tunísia.

Para o acto, está preparado um programa especial e de convívio entre os jovens mesatenistas, familiares e amigos da modalidade. A abertura da cerimónia é realizada pela vice-presidente da FATM, Antónia Ribeiro, que vai oferecer ramos de flores aos membros da delegação. Em seguida, os sete mesatenistas das Selecções Nacionais vão realizar partidas de demonstração. As exibições vão ser coordenadas por Manuel Pimenta (seleccionador nacional), Miguel Gourgel (director técnico) e António Cabral (coordenador nacional da arbitragem).

No final das partidas de demonstração, a direcção presidida por Filomeno Fortes vai oferecer um almoço de confraternização aos atletas, familiares e amigos do ténis de mesa.
 ÁLVARO ALEXANDRE




TÉNIS DE MESA
Assembleia-geral traça estratégias


Os membros da Federação Angolana de Ténis Mesa (FATM) reúnem-se hoje em assembleia-geral, às 8h30, no Centro de Alto Rendimento de Angola (CARA), para aprovarem os pontos estratégicos do mandato referente ao quadriénio de 2012/2016.

No âmbito dos planos de execução pretendidos pela direcção presidida por Filomeno Fortes, o pensamento estratégico vai cingir-se na apreciação da realidade concreta de cada província. Os associados da Huíla, Namibe, Cabinda, Kwanza-Norte, Huambo, Moxico e Luanda vão apresentar os relatórios da situação interna.

Os participantes vão também debruçar-se sobre a proposta de reforço da estrutura organizativa da Federação, bem como do programa de trabalho da FATM para o quadriénio 2012-2016.

O Conselho Técnico da Federação Angolana de Ténis de Mesa vai apresentar o calendário anual de competições nacionais e internacionais.

Os associados vão receber informações detalhadas sobre a participação de Angola nos Campeonatos Africanos de cadetes, juniores e Sub-21, realizados de 1 a 6 do corrente, na cidade Nabeul, Tunísia.

A apresentação dos resultados conquistados em Nabeul vai ser feita pelo vice-presidente da FATM, Messias Ngonda, que chefiou a delegação angolana na Tunísia.
 ÁLVARO ALEXANDRE


SUCESSO DE ANGOLA
Técnico português aponta caminhos

O professor Abílio Cruz, ex-seleccionador nacional, apontou ontem, em Lisboa, os caminhos a seguir para que o país possa alicerçar as conquistas obtidas nos Campeonatos Africanos de Ténis de Mesa em cadetes, juniores e sub-21, disputados de 1 a 6 do corrente mês, em Nabeul, Tunísia.

O técnico destacou que os mesatenistas nacionais preparados na China estão com um excelente aperfeiçoamento e “os jovens estão mais maduros, mas com falta de competição de alto nível”.

A preparação árdua realizada na China, disse Abílio Cruz, “deve ser complementada com um estágio de um ano na Europa, onde vão ganhar endurance competitiva, mais confiança, sobretudo leitura e iniciativa de jogo”.

O técnico português assegura que “esse é o caminho para o futuro desses jovens, visando atingir a elite mundial, o que vai galvanizar o ténis de mesa e os angolanos”.

Abílio Cruz afirmou que “a grande aposta do ténis de mesa angolano é continuar a dar condições aos jovens cadetes, que estão num bom nível, e chegou o momento de lançá-los para o circuito europeu, visto que aqui (Europa) o ténis de mesa é bastante competitivo. A rodagem competitiva é muito importante neste momento”.
Abílio Cruz foi o responsável do programa de preparação da selecção nacional de cadetes e de juniores realizada em Setúbal, Portugal.
ÁLVARO ALEXANDRE


Ferrer desiste de Monte Carlo

O número quatro do mundo, David Ferrer, anunciou na quinta-feira a desistência do Masters 1000 de Monte Carlo, torneio com início na próxima semana, que abre a temporada de terra batida na Europa.

O tenista espanhol referiu que a expectativa é estar preparado para o ATP 500 de Barcelona, programado para 22 de Abril.

“Lamentavelmente não poderei estar em Monte Carlo por problemas físicos. Espero estar recuperado para poder jogar o Conde Godó (torneio em Barcelona)”, publicou Ferrer na sua conta oficial no Twitter.

Esta é a primeira vez que Ferrer desiste de um torneio na temporada. A viver um bom momento, o espanhol já conquistou os títulos dos ATP 250 de Buenos Aires e Auckland e foi finalista no ATP 500 de Acapulco e no Masters 1000 de Miami.