Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federação quer registo de clubes

08 de Maio, 2013

Clubes e escolas que promovem a prática da modalidade

Fotografia: Jornal dos Desportos

O registo de judocas no activo, clubes e escolas que promovem a prática da modalidade é preocupação da federação, presidida por Paulo N’zinga Apolo.

O dirigente manifestou ontem a preocupação ao Jornal dos Desportos. “Nós queremos avançar com os trabalhos, mas estamos impossibilitados porque não temos uma escola devidamente cadastrada. Já não estamos ao nível de trabalhar de forma desordenada. Se queremos bons resultados daqui para frente, os clubes, escolas e até mesmo atletas individuais devem se preocupar em fazer chegar à federação os documentos pessoais para o registo”, disse.

O dirigente assegurou que os atletas que não tiverem registo podem ficar impedidos de participar dos campeonatos e torneios organizados pela federação ou pela associação. “Quem não for reconhecido pela federação, não poderá competir. Devemos ser sérios e não permitir comportamentos que possam manchar a modalidade”, referiu.

Paulo Nzinga Apoló garantiu que, depois de Luanda, o programa vai se estender às restantes províncias. “Vamos concluir o programa de Luanda e passaremos para outras províncias onde se pratica a modalidade. Sabemos que será um trabalho árduo porque vamos precisar de percorrer várias regiões, mas vamos conseguir, porque temos vontade de ver o judo a despontar”, perspectivou.

A construção de um centro de desenvolvimento desportivo em Luanda, que vai albergar os maiores eventos da modalidade, é outra das preocupações da federação, segundo o seu presidente. “Este é um projecto que já temos em carteira desde a campanha eleitoral e vamos fazer tudo para o concretizar”, prometeu.