Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao refuta falhas na entrega de prmios

Silva Cacuti - 02 de Fevereiro, 2019

O vencedor recebeu um cheque de 3419 dlares norte-americanos que corresponde a 1,05 milho,

Fotografia: Jornal dos Desportos

A Federação Angolana de Atletismo começou há dias o processo de pagamento aos juízes e aos cronometristas envolvidos na 63ª edição da corrida de fim de ano, a São Silvestre de Luanda. O pagamento aos juízes e cronometristas segue-se ao dos atletas abrangidos por prémios na tabela classificativa, segundo Gertrudes Sepúlveda, vice-presidente da instituição organizadora da prova. A São Silvestre correu a 31 de Dezembro de 2018.
A responsável confirmou a existência de insatisfação de alguns corredores pelo atraso que se registou no pagamento. Referiu que a federação fez o que não podia. Aconselha as pessoas a contactar a Federação que não receberam os prémios..
\"Há semana e meia, concluímos as cartas daqueles que nos enviaram os ibans. Já foram entregues ao banco para os pagamentos. Todos os pagamentos referentes aos atletas com deficiência, entregámos os valores ao Comité Paralímpico Angolano para os fazer chegar aos beneficiários. Esse processo tem o seu tempo. Neste momento, começamos a pagar os juízes e cronometristas. Também concluímos o processo dos corredores internacionais\", referiu.
Sobre as reclamações, disse que há pessoas que não têm informação e não recorrem à Federação.
\"Estão a chegar-nos mensagens, algumas ofensivas, porque as pessoas não nos forneceram os ibans. Isso nos dificulta. O dinheiro não se entrega de qualquer forma\", esclareceu.
A vice-presidente disse também que muitos dos valores com que contavam para preencher o orçamento da corrida só foram disponibilizados em Janeiro de 2019, situação que, só por si, propicia atrasos nos pagamentos.
\"O que tínhamos eram compromissos formalizados com os nossos parceiros e, alguns, só em Janeiro é que nos fizeram as remessas de valores\", revelou.
A 63ª edição da São Silvestre de Luanda foi vencida pelo queniano Mokua Nyandusi. O vencedor recebeu um cheque de 3419 dólares norte-americanos que corresponde a 1,05 milhão, segundo a organizadora do evento.
Ao segundo classificado coube 2279 dólares (706,4 mil kwanzas) e o terceiro recebeu 1139 dólares (353,2 mil kwanzas). A organização definiu prémios para os corredores angolanos até ao décimo classificado com valores desde os 500 mil kwanzas aos 15 mil.