Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao rene este sbado

Rosa Panzo - 06 de Fevereiro, 2014

Programao da nova poca desportiva deve merecer a ateno dos participantes

Fotografia: Jornal dos Desportos

A direcção da Federação Angolana de Voleibol (FAVB) reúne este sábado, na sua sede sita no Complexo da Cidadela desportiva, a fim de avaliar a prestação das selecções nacionais da modalidade que disputaram recentemente os III Jogos da Lusofonia, em Goa, bem como programar as actividades a serem realizadas durante o ano.

De acordo com o director técnico do órgão reitor da modalidade, Morais Abreu, o ponto principal deste encontro é a marcação da data da última etapa do circuito nacional de praia.

“Nesta reunião de direcção vamos fazer um balanço do que foi a prestação das selecções nacionais nos III Jogos da Lusofonia e encontrar soluções para a realização do nacional de praia que está adiado desde Dezembro de 2013”, disse.

Morais Abreu salientou que a Federação está a envidar esforços no sentido de conseguir patrocínios de algumas empresas singulares, a fim de apoiar a realização dos campeonatos nacionais.

“Precisamos de patrocínios, para custear as despesas de alojamento e o transporte das duplas que provavelmente vêm de algumas províncias, porque as verbas que temos não é suficiente para arcar com todas as despesas da organização do campeonato”, argumentou.

Morais Abreu adiantou que a prova vai decorrer no espaço da Arena Atlântica da Ilha de Luanda.
“Administração Municipal de Cacuaco não conseguiu reunir as condições exigidas pela Federação, por este motivo vamos realizar no local habitual”.

O director técnico acrescentou que gostava que a Administração de Cacuaco tivesse as condições exigidas pela FAVB para a realização do nacional naquele local.
“A nossa intenção com a realização do circuito nacional de praia em outros pontos do país e municípios de Luanda é a descentralização das actividades do centro da capital do país, porque com isto vamos expandir a prática da modalidade em outros locais de Angola”, alegou.

A última etapa do circuito nacional de praia conta com a participação de 32 duplas, das quais 16 em masculino e igual número em feminino. Para ajuizar a prova, o Conselho de Arbitragem conta com os árbitros que terminaram a formação recentemente.

Na edição passada, a final feminina foi ganha pela dupla Sara/Janeth, por falta de comparência do par Marlene/Djamila, ao passo que em masculino, a dupla Márcio/Éden revalidou o título de campeão nacional de voleibol de praia, em jogo disputado na Arena Atlântica, na Ilha do Cabo.