Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federaes Nacionais apresentam dados suspeitos

Simo Kibondo - 15 de Junho, 2019

Com a expectativa gorada, os representantes foram orientados a acertar os dados.

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os dados fornecidos pelas Federações Nacionais para constar dos relatórios a apresentar ao V Conselho Superior do Ministério da Juventude e Desportos, agendados para 28 do corrente, em Luanda, estão eivados de suspeições. A constatação foi feita no Encontro realizado na quinta-feira na Galeria de Desportos entre os representantes das instituições desportivas e o Secretário de Estado para o Desporto, Carlos Almeida, que se fez acompanhar do Director Nacional dos Desportos, Nicolau Daniel.
A suspeição foi alimentada pelos dados oferecidos pela FAF. A direcção de Artur Almeida e Silva informou que a sua modalidade \"participou de 30 competições internacionais. Um outro dado suspeito consta da Federação dos Desportos Universitários. Os representantes contestaram a informação, segundo a qual, existem associações provinciais na Lunda Norte e na Lunda Sul. A verdade é que a actividade se cinge no Huambo e  Benguela.
A Federação de Jiu Jitsu opôs-se aos dados apresentados. No relatório consta apenas a conquista de uma medalha. As informações veiculadas pela imprensa contabilizaram a conquista de dezenas .
Na reacção à informação, Mário Rosa, vogal de direcção do Comité Olímpico Angolano, disse que \"ou a Federação de Jiu Jitsu anda dividida para não dar conta das medalhas conquistadas ou não tem a estatística controlada.
Face à informação prestada, Carlos Almeida puxou as orelhas dos representantes das Federações Nacionais, que estavam expectantes à volta do valor cabimentado no Orçamento Geral do Estado. A abordagem limitou-se aos dados para o relatório de actividades.
Com a expectativa gorada, os representantes foram orientados a acertar os dados.