Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao Angolana de Judo preocupada com a prtica ilegal

Jessuares Francisco - 06 de Maio, 2019

O Judo foi aprovado recentemente como uma modalidade

Fotografia: Vigas da Purificao | Edies Novembro

O presidente da Federação Angolana de Judo (FAJ), Paulo Nzinga \"Apoló\", considerou preocupante o actual estado da modalidade em Luanda, em particular em Cacuaco, e apela às autoridades para intervirem sob pena de haver grandes consequências.
De acordo com o dirigente, uma das causas \"é a grande desorganização em todos os municípios de Luanda, pelo facto da Associação Provincial da modalidade ter dois presidentes. Um reconhecido pela Federação Angolana de Judo, Adilson Julho e outro Quintino Cabral,  reconhecido pela Direcção Provincial da Cultura e Desportos\", disse Apoló.
Em entrevista ao Jornal dos Desportos, no município de Cacuaco, Paulo Emílio Nzinga, aproveitou a ocasião para debruçar-se sobre a necessidade de haver uma lei sobre ofensas corporais, para se evitar a violência não só nos bairros de Luanda, mas em todo o território nacional.
\"É do conhecimento da Federação, que há algumas ruas do município de Cacuaco em que surgem pessoas a praticarem modalidades de luta de forma ilegal, para fomentarem a delinquência, não cumprindo com as normas das academias que primam pela salvaguardar da vida dos atletas\", denunciou o dirigente.
Paulo Zinga \"Apoló\" pede o apoio da Polícia Nacional, para combater estes indivíduos \"porque constituem um perigo para a sociedade. Quando um praticante do judo está desviado, pode causar danos a qualquer momento a um cidadão e a uma família”, destacou.
O número \"um\" da FAJ pintou um quadro negativo, referindo-se às atitudes de alguns atletas que se intitulam como \"mestres\" da modalidade. 
\"Há atletas que se intitulam como mestres e dão entrevistas a comunicação social com uma mensagem negativa, que podem influenciar na trajectória dos atletas iniciantes”, disse.
Após a criação das associações províncias de judo em todo o território nacional, a modalidade vai criar também associações municipais em Luanda. O objectivo desta nova criação, de acordo com o dirigente, é fazer com que a modalidade de judo cresça nos municípios e distritos, para que possa haver o aumento do número de atletas nos bairros, aumentar o nível de competição, fortificar os clubes e por fim dar um outro ritmo às competições, para que no futuro os atletas tenham um outro traquejo nas competições internacionais.
“O Judo foi aprovado recentemente como uma modalidade, que serve para adaptação do ser humano e hoje em certas universidades e colégios a modalidade já é praticada”, concluiu o dirigente.