Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao contra a falsa idade

Silva Cacuti - 26 de Fevereiro, 2018

Corta-mato est esquecido da parte de quem de direito

Fotografia: Edmundo Eucilio

A Federação Angolana de Atletismo deseja pôr cobro à adulteração de idades e ter atletas com idades certas nas competições oficiais, segundo declarações de Gertrudes Sepúlveda \"Gegê\", vice - presidente de direcção.
A dirigente  falava ao Jornal dos Desportos, no âmbito dos preparativos do campeonato nacional de corta-mato, que se disputa a 3 de Março na Comuna da Palanca, Humpata, a 15 Km do centro da cidade do Lubango.
Gegê referiu, que a medida encontrada para inibir a adulteração de idades, é obrigar a apresentação de documentos originais dos atletas no acto das inscrições.
\"Temos visto, que alguns atletas demoram muito nas categorias de formação, então, decidimos que a partir destes campeonatos, vamos exigir a apresentação de documentos no acto de inscrição, para termos atletas certos nas categorias certas\", disse.
O campeonato nacional joga-se em três categorias, seniores, juniores e juvenis. Segundo Gegê, os atletas seniores vão correr 10 quilómetros. Em juniores masculinos, estão previstos 8 km, enquanto o a mesma categoria em femininos, vai correr seis quilómetros. A menor distância da prova, quatro quilómetros, vai ser corrida pelos juvenis femininos, ao passo que os masculinos correm seis quilómetros.
Gertrudes Sepúlveda disse que está tudo pronto, à espera do tiro de largada,  mostrou-se optimista em relação à participação das equipas na prova. \"As inscrições correm muito bem, temos notado que os clubes estão a aderir ao campeonato,  esperamos  mais participação em relação ao ano passado. Aliás, vamos  alojamentos para as equipas num instituto, os clubes pagam  a alimentação dos atletas\", anunciou.
Apesar de assegurar que está tudo pronto para a prova, a professora Gegê referiu que a Federação vai ainda enviar ao Lubango na quarta-feira o director técnico, Orlando Bonifácio, para junto da Associação local limar  as arestas organizativas.
O campeonato nacional vai ter classificação individual e colectiva.