Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao lima arestas para o Zonal

Helder Jeremias - 26 de Setembro, 2016

Fora Area Nacional vai transportar todas as delegaes para o local da competio

Fotografia: Agostinho Narciso

A Federação Angolana de Tiro e o Clube de Tiro e Pescas do Lubango aguarda nas próximas 48 horas pela confirmação da presença dos atiradores da África do Sul, Namíbia, Zimbabwe, Zâmbia e Moçambique, que de 01 a 02 de Outubro próximo, vão disputar o torneio da Zona VI, prova a decorrer no fosso Olímpico da Nossa Senhora do Monte, na cidade do Lubango, província da Huíla.

O secretário-geral da federação, Adelino Chaves, está convicto de que a maior parte dos atiradores estarão presentes no certame, tendo em conta o respaldo positivo que o órgão reitor da modalidade recebeu dos integrantes da zona  aquando da confirmação de Angola para albergar o evento e o envio dos convites, mas o receio de eventuais "baixas" prende-se ao facto da actual crise financeira estar a ser vivida com a mesma intensidade nos distintos países da zona.

Durante a estadia na cidade do Lubango para acompanhar a disputa do Grande Prémio Aluminaça, disputado no último fim-de-semana, no âmbito das comemorações do dia do Herói Nacional, os membros do órgão reitor da modalidade no país aproveitaram para reunir com a direcção do Clube de Tiro e Pescas do Lubango, tendo constatado a existência de condições básicas para que o torneio seja realizado na data prevista.

Com as condições de alojamento favoráveis e bom estado técnico dos equipamentos do fosso olímpico nas terras altas da Chela, cabe ao órgão reitor da modalidade e o clube anfitrião trabalhar em sintonia sobres os detalhes, razão pela qual um novo encontro deverá ser mantido entre os intervenientes para se aferir a viabilidade da empreitada.
A disponibilidade de pratos e cartuchos por parte da empresa fornecedora e a emissão das respectivas petições por parte da Polícia Nacional consta do pacote de tarefas a serem solucionadas nas próximas horas, numa altura em que a direcção do Clube da Força Aérea Nacional, como é da praxe, garantiu lugares numa das suas aeronaves para  fazer deslocar atiradores e meios técnicos para o local da competição.

O sucesso do Grande Prémio Iluminaça permite concluir que o fosso olímpico da Nossa Senhora do Mote oferece as melhores condições para albergar um torneio à escala internacional, um indicador que, aliado as excelentes condições climatéricas da província, deixa antever o êxito do torneio que é realizado em sistema de rotatividade com a periodicidade anual.

O piloto ao serviço do Interclube, Ricardo Jorge, na qualidade de residente na cidade do Lubango e membro da Federação Angolana de Tiro, tem desempenhado um papel preponderante da organização técnica dos eventos que a província acolhe, quer ao nível do campeonato nacional que outras realizações extra-ordinárias.

Na qualidade de vice-campeão nacional, o ex atirador do Team Socolill esmera-se na sua preparação no sentido de se impor, com dignidade, diante dos experientes representantes da Zona VI e melhorar o seu posicionamento ao nível da tabela classificativa da época 2016 do Nacional, para o qual o certame também será pontuável.O mesmo objectivo é partilhado pelos atiradores do 1º de Agosto, Jorge Perestrelo, do Interglube, Francisco Gastão, atiradores cujas médias lhes conotam como crónicos candidatos a conquista do título nacional e lugares cimeiros no Zonal VI.