Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federao negoceia Volta a Portugal

21 de Abril, 2017

A direco da FPC especificou ainda que, nas prximas semanas, sero

Fotografia: AFP

\"A Direcção da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) analisou a proposta apresentada pela Podium Events, registando com satisfação a abertura da administração da empresa, que aceitou as condições colocadas pela Federação Portuguesa de Ciclismo\", sublinhou a entidade, numa posição enviada à Lusa.

A direcção da FPC especificou ainda que, nas próximas semanas, serão \"negociados detalhes da concessão de exploração comercial e, havendo acordo, será assinado o contrato de concessão para o período 2018-2025\".

A Podium Events, actual organizadora da prova rainha do calendário velocipédico português, foi a única empresa a apresentar uma candidatura para a concessão dos direitos de exploração da Volta a Portugal entre 2018 e 2025.

Na nova lista de encargos para a concessão da organização da Volta a Portugal por um período de oito anos, a FPC apresenta uma cláusula, incluída na \"Reserva de Direitos\", que permite à entidade \"impedir a participação de equipas na Volta a Portugal que não representem os valores do \'novo ciclismo\'\", ou seja, um ciclismo de \"fomento e desenvolvimento, cada vez mais internacional, irrepreensível ao nível da ética desportiva\".


FACI defende construção
de ciclovias no país


O secretário-geral da Federação Angolana de Ciclismo (FACI), João Francisco, defendeu a necessidade da construção de vias exclusivas para os utentes das bicicletas como forma de motivar à aparição de novos atletas a nível do país.

Falando à Angop a propósito do dia mundial da bicicleta, assinalado quarta-feira, o responsável acrescentou que a existência de ciclovia permitiria a dinamização do uso de bicicletas a nível das 18 províncias e do surgimento de novos talentos que consequentemente aumentaria o leque de ciclistas para as diversas selecções nacionais.

 Para si, trata-se igualmente de um projecto que, caso exista, de certa forma incentivará as pessoas de todas as idades a andar de bicicletas, proporcionaria maior condição física às mesmas e ajudaria no processo da redução do sedentarismo.

 Exemplificou que existem países europeus, com realce para Portugal, onde além de ciclovias há zonas de estacionamento reservadas a bicicletas, incluindo sinalizações, o que a sua implementação no país seria uma  mais-valia.

Entre vários assuntos abordados durante a conversa, o SG disse que constam do plano de acção da FACI o trabalho para expandir o ciclismo feminino.

O Dia Mundial da Bicicleta comemora-se a 19 de Abril devido a uma experiência psicadélica que teve lugar nesta data em 1943.