Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer reiem Melbourne

29 de Janeiro, 2018

Roger Federer volta a dar cartas num "Grand Slam"

Fotografia: AFP

O suíço Roger Federer venceu ontem o Australia Open, frente ao croata Marin Cilic, num encontro que se decidiu na melhor de cinco \"set\", e teve a duração de três horas e sete minutos.
No embate entre o 2º e o 6º classificado do ranking ATP, o melhor de sempre venceu pelos parciais de 6-2, 6-7 (7-5), 6-3, 3-6 e 6-1.
Numa final em que não imperou a qualidade de jogo, Federer acabou por ter o ascendente inicial, venceu o primeiro set, por 6-2. No segundo \"set\", Cilic respondeu e venceu o segundo set, o parcial foi decidido no tie break, por 6-7 (7-5). Federer voltou à dianteira, tornou a vencer por 6-3, no terceiro \"set\". Mas o menos favorito dos dois contendores acabou por voltar a empatar, a contar por 3-6, recuperou de uma desvantagem de um \"break\" contra.
O último “se” foi uma mera formalidade (6-1) e o suíço acabou por confirmar a sua experiência, venceu o seu 20ª Grand Slam da carreira e o 6º Australia Open do seu palmarés.
Federer volta a escrever a história, e é o primeiro a chegar às duas dezenas de Grand Slams. Como prémio de consolação, com a presença na final, Marin Cilic ascende ao melhor lugar de sempre de carreira, o 3º posto do ranking ATP.
Cilic perseguia o segundo Grand Slam, depois de vencer o US Open em 2014 e após ter chegado à final de Wimbledon no ano passado. Federer chegou ao número impressionante de 92 títulos no circuito ATP.