Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer desfalca Suíça

09 de Setembro, 2013

Tenista vai desfalcar a selecção da Suíça em mais uma jornada do grupo mundial da Taça Davis

Fotografia: AFP

Assim como na primeira jornada do Grupo Mundial da Taça Davis, Roger Federer vai desfalcar a Suíça no jogo contra o Equador, que será realizado de 13 a 15 do corrente. Sem o principal tenista do país, a equipa será comandada por Stanislas Wawrinka, número 10 do mundo.

No primeiro semestre, Federer já tinha declarado que não ia disputar a competição de equipas, tendo acertado que, mesmo se a Suíça passasse pela primeira fase, ele não entraria em campo até ao Open dos Estados Unidos. Mas, eliminado do Grand Slam nos oitavos-de-final pelo espanhol Tommy Robredo, manteve a decisão de não participar na prova.

Além de Wawrinka, o quarteto suíço vai contar com outros três nomes pouco conhecidos. Sem qualquer mudança em relação à equipa que perdeu para a República Checa na primeira jornada, Marco Chiudinelli, Henri Laaksonen e Michael Lammer vão ser os outros representantes.
Enquanto Federer está fora da Davis, a Federação Internacional de Ténis (ITF) declarou ontem que o sérvio Novak Djokovic, o espanhol Rafael Nadal e o britânico Andy Murray estão presentes e lideram as suas equipas.

O único ainda presente no Grupo Mundial, Djokovic, vai lutar por uma vaga na final da competição num duelo com o Canadá. Este ano, venceu os três jogos disputados, mas provavelmente vai ter mais dificuldades pela frente, uma vez que vai defrontar Milos Raonic, número 11 no ranking mundial.

Uma das principais novidades para esta jornada, Nadal volta a Espanha depois de ter feito a sua última partida pela equipa, em Dezembro de 2011. O regresso do jogador dá-se num momento importante, já que David Ferrer, número quatro do mundo, pediu dispensa e está fora. O conjunto espanhol, que vai medir forças com a Ucrânia ainda é formado por Tommy Robredo, Fernando Verdasco e Marc Lopez.

Terceiro melhor tenista da actualidade, Murray também volta a representar a Grã-Bretanha após dois anos e vai defrontar a Croácia, ao lado de James Ward, Daniel Evans e Colin Fleming.