Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Federer desiste do Masters de Montreal

31 de Julho, 2015

Federer quer estar ao melhor nível no US Open no próximo mês de Agosto

Fotografia: AFP

Após ser vice-campeão em Wimbledon, Roger Federer não vai retornar  às quadras no Masters 1000 do Canadá, que este ano será disputado em Montreal. O suíço anunciou na quarta-feira que está fora da competição para se poupar tendo em vista o US Open, último Grand Slam da temporada, que tem início no dia 31 de Agosto.

"Estou decepcionado por não poder jogar em Montreal porque é um torneio e uma cidade de que realmente gosto e tem fãs incríveis de ténis", declarou o suíço, em comunicado divulgado pela organização do torneio. "Espero estar de volta no futuro", disse o número dois do mundo, campeão no Canadá em 2004 e 2006. Em 2014, perdeu na final para o francês Jo-Wilfried Tsonga.

Federer completará 34 anos no próximo dia 8 de Agosto. E, em razão do desgaste físico, tem evitado alguns torneios do circuito com o objectivo de prolongar a sua bem-sucedida carreira. Após perder para o sérvio Novak Djokovic na final em Wimbledon pelo segundo ano consecutivo, o suíço quer voltar a brilhar no piso duro do US Open, onde foi campeão cinco vezes.

"Estamos desapontados por não ter Roger este ano. É sempre um privilégio poder assistir ao seu ténis na quadra", referiu o director do torneio do Canadá, Eugene Lapierre. "Mas também compreendemos a sua decisão porque, acima de tudo, ele tem sido sempre muito leal ao nosso torneio e gostaríamos de vê-lo a jogar por muito anos ainda."

O Masters de Montreal terá início no dia 10 de Agosto.

Sem Federer, a chave masculina vai ter o polaco Jerzy Janowicz, semi-finalista em Wimbledon há dois anos.

INVESTIMENTO

Especial dentro e fora dos courts, Roger Federer investiu através da sua Fundação 12 milhões de euros na construção de 81 jardins de infância no Malawi, que deverão ajudar mais de mil crianças carenciadas.

Na semana passada, Federer marcou presença no país para conhecer a realidade e o resultado real da sua ajuda.

Actualmente no segundo posto do ranking mundial, Federer está de férias antes de disputar os torneios norte-americanos de Cincinnati e US Open, depois de anunciar a desistência dos Masters de Montreal.